COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

BALANÇO AGRO EM MINAS GERAIS Especial
Crédito: Pixabay

Apesar da pandemia, 2020 foi um ano de intensas atividades relacionadas ao meio ambiente. No mercado financeiro, a importância da questão ambiental foi ressaltada e deve balizar os investimentos mundiais nos próximos anos. Em eventos nacionais e internacionais a questão ambiental também ganhou destaque.

De acordo com a coordenadora da Assessoria de Meio Ambiente do Sistema Faemg, Ana Paula Mello, as discussões e questões envolvendo o meio ambiente se tornaram mais abrangentes. “Mais setores, que antes não conversavam sobre o meio ambiente, passaram a discutir. A pandemia ressaltou a importância da preservação ambiental”.

PUBLICIDADE

Em relação ao trabalho desenvolvido no Sistema Faemg, mesmo com o distanciamento social, o ano foi produtivo. Somente a assessoria de meio ambiente participou de 320 reuniões de conselhos, comitês, câmaras, comissões, grupos de trabalho e reuniões internas e externas para solucionar questões ligadas aos produtores rurais. Além disso, foram mais de 70 lives, webinars, palestras, entrevistas e eventos.

De acordo com Ana Paula, um dos acontecimentos importantes em 2020 foi a mudança da pasta no Estado, com a nomeação da engenheira Marília Carvalho de Melo para a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Com formação técnica, a expectativa é que o diálogo e as soluções para os gargalos do setor sejam facilitados, mas sempre balizados pela legislação.

Também foi destaque em 2020 a parceria formada entre o Sistema Faemg e o Instituto Estadual de Florestas (IEF) para capacitação, que permitirá melhor uso do novo sistema de cadastros e registros. A parceria é importante para levar informações aos produtores e evitar multas.

Em relação às regras que estão sendo colocadas em prática para a cobrança pelo uso da água, o Sistema Faemg manteve a atuação forte para que o valor seja justo para o produtor, sem perder o reconhecimento de que a água tem valor.

Outra ação importante é o apoio e a busca pela regulamentação da Servidão Ambiental. Quando regulamentada pelo governo estadual, Minas terá um instrumento voluntário de conservação que permitirá a aplicação do princípio do protetor – recebedor.

O Sistema Faemg também apoia a regulamentação, em nível federal, do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) desde que inseridos e reconhecidos também os serviços prestados com reserva legal e áreas de preservação permanente e que não fiquem restritos a eles. Em 2020, foi iniciado o PSA em Delfim Moreira, no Projeto Conservador de Mananciais.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!