COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Finanças

Banco Central esclarece que testes com WhatsApp não implicam autorização

COMPARTILHE

" "
Crédito: Dado Ruvic/Reuters

São Paulo – O Banco Central (BC) ressaltou ontem que os testes de pagamentos com uso do WhatsApp, aplicativo do Facebook, não implicam autorização da autoridade monetária.

“Os testes não implicam autorização do BC, nem tampouco sinalizam decisão final nesse sentido, a qual, reiteramos, deve ser concedida tão logo sejam percorridos os trâmites do processo de autorização”, afirmou o BC em nota ontem.

PUBLICIDADE




“Os testes não fazem parte do processo formal de análise do pedido das empresas para operar a referida solução de pagamentos, o qual continua sendo analisado conforme os procedimentos e prazos-padrão utilizados com outros pleitos”, completou.

As bandeiras de cartões Mastercard e Visa afirmaram, na última sexta-feira, que o BC autorizou instituições financeiras a fazerem testes de pagamentos.

O BC explicou que, no caso da Visa, informou à empresa que não há impedimento para a realização dos testes solicitados, mas esses testes não podem envolver a realização de qualquer transação real com usuários e não podem movimentar valores reais em qualquer montante.

Já em relação à Mastercard, o BC explicou que ainda não houve manifestação sobre questionamentos feitos pela bandeira, “o que deverá acontecer nos próximos dias, seguindo a mesma racionalidade de pedidos de mesmo teor”.




De acordo com a nota, o BC pretende concluir a análise o mais rápido possível, de modo a logo recepcionar os novos participantes no sistema de pagamentos, com a devida segurança relativa a uma saudável competição e segurança de dados dos usuários.

“(O BC) considera um importante avanço o início dos testes e dá boas-vindas a todos os arranjos que desejarem seguir esse caminho”, disse. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!