COTAÇÃO DE 20-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4160

VENDA: R$5,4170

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4470

VENDA: R$5,5770

EURO

COMPRA: R$6,1450

VENDA: R$6,1478

OURO NY

U$1.837,83

OURO BM&F (g)

R$321,61 (g)

BOVESPA

+1,01

POUPANÇA

0,6340%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Finanças

Investimentos em projetos de longo prazo crescem 6,1% em 2019

COMPARTILHE

" "

São Paulo – Os investimentos em projetos estruturados de longo prazo (na modalidade de Project Finance) somaram R$ 38,3 bilhões no ano passado. O total representa avanço de 6,1% na comparação a 2018, de acordo com boletim da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

A maior parte do volume registrado vem de financiamentos via contratações de dívidas, que cresceram pelo quarto ano consecutivo e atingiram R$ 28,5 bilhões em 2019 – alta de 27,1% sobre 2018. Já os recursos de capital próprio usados pelas companhias nas operações caíram 28,3% em relação ao ano anterior, para R$ 9,8 bilhões.

PUBLICIDADE




Entre as dívidas contratadas, a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) como fonte de financiamento diminuiu mais uma vez em 2019, para 37,9%. O movimento, entretanto, foi em menor escala na comparação aos anos anteriores: a redução verificada entre 2018 e 2019 foi de 2,7 pontos percentuais, enquanto de 2017 para 2018 havia sido de 32,6 pontos percentuais.

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB), instituição que também é controlada pelo governo federal, segue aumentando sua participação: passou de 20,6% em 2018 para 26,3% em 2019. A utilização dos instrumentos do mercado de capitais nos financiamentos, que tinha crescido para 30,6% em 2018, concentrou 29,5% dos recursos de 2019.

Setores – Os projetos estruturados de longo prazo se concentraram em dois setores em 2019: energia elétrica e transporte e logística. O primeiro deles deteve 73,1% do total de investimentos, que equivalem a R$ 20,8 bilhões. Já o segundo ficou com participação de 26,9% (R$ 7,7 bilhões). (Com informações da Anbima)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!