Crédito: Divulgação

A Bem Brasil, líder em vendas de batatas pré-fritas congeladas no país, comemora a conquista de três importantes premiações na área de gestão de pessoas.

Duas delas foram conduzidas pela revista Você S/A, em parceria com a Fundação Instituto Administração (FIA): Melhores Empresas para Trabalhar e Melhores Empresas para Começar a Carreira.

O outro reconhecimento foi o primeiro lugar no ranking das Melhores em Gestão de Pessoas (categoria 501 a 1.000 funcionários), do Valor Econômico, jornal de maior circulação do país, com apoio da Mercer Marsh.

O primeiro prêmio aponta o Índice de Felicidade do Ambiente de Trabalho, por meio de 12 dimensões avaliadas pelos colaboradores, além da análise realizada por um jornalista das boas práticas de gestão de pessoas adotadas pela empresa.

A pesquisa é realizada pela Você S/A desde 1997, destaca os 150 principais resultados do país e serve como referência para o mercado. O segundo ranking, o das Melhores Empresas Para Começar a Carreira, considera a opinião do público jovem da corporação (profissionais até 26 anos), acerca de programas específicos para o desenvolvimento de competências, oportunidades de carreira, clima organizacional, entre outros.

Já o Valor Carreira, que classificou a Bem Brasil entre as 35 companhias com as melhores práticas de gestão de pessoas do país, avalia oito dimensões das empresas, tais como carreiras atrativas, liderança responsável, ambiente de trabalho, cultura de integridade, recompensa justa etc.

“Os colaboradores nos colocaram no primeiro lugar da nossa categoria, o que foi motivo de imenso orgulho. É uma confirmação de que a Bem Brasil faz a diferença na vida dos profissionais, que se sentem parte do negócio e contribuem, com dedicação e empenho, para que possamos atingir, juntos, os objetivos”, destaca a supervisora de Recursos Humanos da Bem Brasil, Franciele Reis.

Ela observa que a área de Recursos Humanos tem atuado, cada vez mais, como parceira estratégica do negócio e ganhado relevância em todas as ações da empresa.

“Há uma forte relação entre a satisfação dos colaboradores e os resultados. Cabe ao RH traçar e apresentar as estratégias de atração de pessoas que se adequem ao perfil cultural, de implementação de programas de desenvolvimento para todos os níveis e de retenção de pessoal, considerando dimensões importantes para os colaboradores. É muito gratificante saber que estamos no caminho certo”, completa. (Da Redação)