COTAÇÃO DE 02/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1650

VENDA: R$5,1650

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1700

VENDA: R$5,3200

EURO

COMPRA: R$6,0990

VENDA: R$6,1002

OURO NY

U$1.813,45

OURO BM&F (g)

R$299,72 (g)

BOVESPA

+0,59

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Legislação
Crédito: Freepik

Combate ao trabalho infantil

A Justiça do Trabalho, o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPeti) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) lançaram na última terça-feira a campanha “Precisamos agir agora para acabar com o trabalho infantil!”. O objetivo é promover, por meio de ações de comunicação nas redes sociais, a conscientização da sociedade para a importância de reforçar o combate a esse problema no país e no mundo. Promovidas ao longo deste mês, as mobilizações pelo Dia Mundial contra o Trabalho Infantil (12 de junho) buscam dar ainda mais relevância ao tema em 2021, eleito pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o “Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil”. O Brasil tem, atualmente, cerca de 1,8 milhão de crianças e adolescentes, com idades entre cinco e 17 anos, em situação de trabalho infantil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2019 divulgados em 2020.

Malha fina do IR

Cerca de 1,8 milhão de contribuintes já podem saber se caíram na malha fina do Imposto de Renda. A Receita Federal liberou a consulta ao extrato da declaração de 2021. O extrato pode ser conferido no Centro de Atendimento Virutal (e-CAC) da Receita Federal. Para ter acesso ao site, o contribuinte deve informar ou o certificado digital (se tiver um), ou o login no Portal Gov.br ou digitar número do CPF/CNPJ, o código de acesso e a senha. Quem não tiver o código de acesso, ou tiver o código vencido, precisa digitar os números dos recibos das duas últimas declarações entregues à Receita e gerar um novo código. Quem está declarando pela primeira vez precisa informar apenas o número do recibo deste ano. Na última segunda-feira, horas antes do fim do encerramento do prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021, o supervisor do Programa do Imposto de Renda, José Carlos Fonseca, disse que a Receita esperava que cerca de 1,8 milhão de declarações, das 34.168.166 enviadas, fossem retidas na malha fina.

Quebra de sigilo na internet

PUBLICIDADE

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai decidir se é possível, em procedimentos penais, a decretação judicial da quebra de sigilo de dados telemáticos de um conjunto não identificado de pessoas. O tema é debatido no Recurso Extraordinário (RE) 1301250, que teve repercussão geral reconhecida (Tema 1.148). O recurso foi interposto pelo Google (Google Brasil Internet Ltda. e Google LLC) contra decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que restabeleceu a decretação, pela primeira instância, no curso de investigação criminal, da quebra de sigilo de um grupo indeterminado de pessoas que fizeram pesquisas relacionadas à vereadora do Rio de Janeiro (RJ) Marielle Franco e a sua agenda nos quatro dias anteriores ao atentado em que ela e o motorista Anderson Gomes foram assassinados, em 14 de março de 2018.

 Congresso de Direito Tributário

Nos próximos dias 16, 17 e 18 será realizado o XXXIV Congresso Brasileiro de Direito Tributário, em homenagem ao professor José Souto Maior Borges. Organizado pelo Instituto Geraldo Ataliba (Idepe), a edição deste ano será 100% on-line, com desconto de 10% para graduandos. A advogada. Misabel Abreu Machado Derzi e o advogado. Sacha Calmon Navarro Coelho, estão entre os palestrantes do evento, no dia 17 de junho, das 9h às 10h30, na mesa sobre “(Des)Equilíbrio nas relações entre Fisco e Contribuinte.” No mesmo dia, das 16h às 18h, no painel 3 do Congresso, o professor André Mendes Moreira, irá palestrar sobre os impactos tributários da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Mais informações e inscrições em https://congresso.iga-idepe.org.br.

Palestra sobre a “Lei Sansão”

O Centro Universitário Una inaugura o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), na unidade Linha Verde, no próximo dia 9, com a palestra “Lei Sansão, antes e depois da aprovação”. A aula será ministrada pelo deputado federal Fred Costa, autor da Lei nº 14.064/2020 que estabelece prisão para os crimes de maus-tratos contra animais. A nova legislação prevê de dois a cinco anos de detenção para quem praticar crimes contra cães e gatos. A discussão visa a conscientização, o debate, e a capacitação na seara do direito animal na atuação nas esferas criminal e cível no que tange ao direito à vida e ao bem-estar do animal não humano. A aula magna será aberta ao público, às 19h, em ambiente virtual. As inscrições podem ser feitas pelo site do Sympla.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!