Crédito: Marcos Brindicci / Reuters

De acordo com último dado divulgado pelo Banco Central, a entrada e saída de recursos no mercado nacional movimentou US$ 1,6 trilhão em 2019.

O Brasil teve uma participação de 1,16% nas exportações mundiais, atrás de países como a Coreia do Sul (3,10%), México (2,34%), Rússia (1,77%), segundo a Organização Mundial do Comércio. A burocratização e falta de incentivo impedem o crescimento do comércio internacional.

Com quatro anos no mercado de moedas e a recém-firmada parceria de aceleração com a Brink’s, a Meu Câmbio anuncia o lançamento de uma nova plataforma para empresas para envio e recebimento de recursos com redução de até 80% dos custos de fechamento de câmbio para importadores e exportadores de produtos e serviços, por meio de leilão entre bancos e corretoras.

Chamada de Meu Câmbio Empresas, a solução levou seis meses para ser desenvolvida e foram investidos mais de R$ 1 milhão. Em 2019, a base de clientes corporativos triplicou, o que garantiu a validação do modelo de negócio.

A proposta é desburocratizar as operações de câmbio comercial, proporcionando ao usuário acesso e tomada de decisão em tempo real dos valores de moeda de forma eficiente e segura.

“Por mais que a nossa atuação tenha se iniciado no segmento de turismo, ofertando moedas estrangeiras em espécie e em cartões pré-pagos, recebemos pedidos de ajuda de diversas empresas, em especial os pequenos e médios, importadores e exportadores, que chegavam até nós com muitas dúvidas. Alegavam que tinham extrema dificuldade de acessar um especialista em câmbio do banco que são correntistas. Ao serem atendidos prontamente por profissionais capacitados e especialistas no setor, se sentiam muito mais confortáveis”, explica o diretor de Estratégia e Inovação da Meu Câmbio, Mathias Fischer.

Entre as principais vantagens estão:

• Transparência dos custos das operações, desde a taxa de emissão de contrato até o spread efetivo total;
• Processo 100% on-line sem necessidade de imprimir fichas cadastrais, reconhecer firma em cartório e enviar um portador para entregar o documento ao banco;
• Assinatura do contrato de câmbio digital e sem nenhum custo;
• Cadastro unificado para acesso a todos os bancos e corretoras parceiros;
• Leilão on-line: acesso à proposta de todos os bancos e corretoras parceiros com um click;
• Acompanhamento com precisão do status de cada invoice;
• Consultoria com especialistas de câmbio sem custos.

Com o lançamento da plataforma, a Meu Câmbio acredita que ajudará, principalmente, pequenas e médias empresas a realizarem as suas operações de câmbio com mais segurança, agilidade em um processo totalmente descomplicado e digital, ajudando o Brasil a aumentar a sua representatividade no comércio internacional, ocupando um espaço relevante ainda não explorado. (Da Redação)