COTAÇÃO DE 23/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3090

VENDA: R$5,3100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3230

VENDA: R$5,4630

EURO

COMPRA: R$6,2055

VENDA: R$6,2068

OURO NY

U$1.742,23

OURO BM&F (g)

R$297,77 (g)

BOVESPA

+1,59

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque
Solução para a crise atual está na união, diz Linkevieius | Crédito: Genilton Elias_www.fotografico.com

Já está disponível no site www.covidradar.org.br o guia de recomendações “Enfrentando a Pandemia com Responsabilidade Social: Guia para Empresas”.

O lançamento virtual, realizado pelo Instituto Ethos e pela Rede Brasil do Pacto Global, em parceria com Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) e Transparência Internacional, com a participação da Alliance for Integrity e apoio técnico da Covid Radar, destacou o papel da publicação em apoiar e orientar as empresas em como responder aos desafios, superar o momento e pensar no processo de retomada responsável e sustentável.

PUBLICIDADE

Compõem a obra temas como: direitos humanos; transparência, com destaque para as compras e contratações emergenciais; e fortalecimento de mecanismos anticorrupção e pró-integridade, sob a ótica da responsabilidade social, inclusive com algumas especificidades para as pequenas e médias empresas.

De acordo com o presidente do Instituto Ethos, Caio Magri, o guia foi feito em tempo recorde, porém, de maneira extremamente participativa e científica. “Esse trabalho foi feito com base em pesquisas e referências e é um guia em permanente atualização, assim como será a nossa vida no pós-Covid-19.

A crise econômica que já vivíamos foi afetada ainda mais pela pandemia. Vivemos uma crise sanitária gravíssima e temos clareza da responsabilidade dos governantes em mortes evitáveis. A crise política ameaça a democracia no Brasil. Não estamos conseguindo encontrar uma solução conjunta e na perspectiva de uma melhor qualidade de vida para todos. Diante de tudo isso, cresce a importância de mantermos o compromisso com a ética e a transparência. Podemos fazer melhor e há responsabilidade nisso”, analisa Magri.

Segundo o diretor-executivo da rede Brasil para o Pacto Global, Carlo Linkevieius, a solução para a sociedade e, em especial, para as empresas enfrentarem a crise, está na união e na percepção de que apenas uma gestão ética e responsável pode nos colocar em condições de chegar ao pós-pandemia minimamente preparados.

“Um só ator não consegue mudar a realidade das regiões e países. É preciso ter parceria entre setor público, empresas e sociedade civil. Só na América Latina são 15 milhões de pessoas empurradas pela crise para a extrema pobreza, fora as que já estavam nessa situação. É importante a união para uma retomada efetiva e que tire daí oportunidades.

Na Europa está se falando em retomada verde. Na América podemos somar as palavras ‘inclusiva’ e ‘íntegra’. Temos de US$ 10 trilhões a US$ 15 trilhões em pacotes sendo injetados na economia global. Boa parte deles está atrelada a itens de sustentabilidade. Vários países se comprometendo com isso. É uma bela oportunidade de perseguir a retomada nesses termos. O guia não serve só para agora, na retomada, mas fica para outras crises que virão”, destaca Linkevieius.

Para a ponto focal Brasil e Chile Alliance for Integrity, Natalie Gomes de Assis, a iniciativa privada tem papel fundamental na reconstrução da economia não como ela era, mas com um caráter muito mais propositivo e responsável.

“A cooperação é uma excelente ferramenta. O setor privado, apesar de impactado fortemente, tem, ainda, um papel fundamental no enfrentamento desse momento que estamos vivendo. As empresas devem servir como referencial de compliance e governança e também como estímulo ao compliance na sua cadeia de valor. A tendência é focar na sobrevivência, deixando de lado temas relevantes para a sustentabilidade dos próprios negócios. Temos que reconhecer esse cenário de poucos recursos para evitar que a situação se deteriore. Devemos entender o quão essencial é a presença das empresas com estruturas de compliance mais robustas para saúde do sistema”, pontua Natalie de Assis.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!