COTAÇÃO DE 24/02/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4417

VENDA: R$5,4422

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4300

VENDA: R$5,6030

EURO

COMPRA: R$6,6247

VENDA: R$6,6260

OURO NY

U$1.804,75

OURO BM&F (g)

R$316,39 (g)

BOVESPA

+2,27

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Cozinha Leroy Merlin é destaque da 25a CASACOR Minas Gerais

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Projeto faz releitura contemporânea de fogão à lenha na CASACOR Minas | Crédito: Henrique Queiroga

Assinado pelo arquiteto Felipe Soares, a Cozinha Leroy Merlin mostra como o rústico pode andar de mãos dadas com o minimalismo e revelar um espaço gostoso, prático e muito conectado com a vida das pessoas.

Os elementos da tradicional cozinha mineira estão todos lá: o fogão à lenha, os armários abertos, típicos de armazém de interior, o tijolo rústico, as frutas, legumes e demais ingredientes à mostra. A proposta, entretanto, faz toda a diferença: mesmo sem abrir mão do rústico, é tudo mais limpo, quase minimalista. Há ainda um aconchego capaz de aguçar a memória afetiva de quem, algum dia, visitou uma fazenda ou mesmo uma cidadezinha do interior de Minas. O olhar renovado traz à tona um clima contemporâneo para um ambiente historicamente de grande relevância da cultura mineira: a cozinha.

PUBLICIDADE

Nessa releitura, uma ilha central em T abriga o fogão à lenha, a cuba e a mesa, tudo em um mesmo volume. O familiar vermelhão do cimento queimado desse tipo de cozinha reaparece em um tom um pouco mais fechado e está no epóxi revestido em resina em toda essa estrutura.

Em linhas bem simples, feito em pinus, o armário segue a mesma filosofia em sua praticidade: abriga fruteira em pedra sabão misturando os legumes às frutas, pratos e copos e também as panelas e tudo o mais que for importante ter fácil, ao alcance das mãos. Essa mistura que o transforma em objeto de mil e uma utilidades sugestiona e também homenageia os antigos armazéns onde armários semelhantes deixavam à mostra de tudo um pouco.

A iluminação foi toda embutida e a circulação, revestida em ladrilho hidráulico branco reforçam o aspecto clean do ambiente que conta também com uma jaboticabeira, tão comum em quintais mineiros e que, aqui, reaparece plantada em vaso. As obras de arte escolhidas para o projeto são interferências sutis que reforçam o sotaque do estado, porém em contexto contemporâneo, como é o caso dos trabalhos de Mabe Bethônico e Flávia Bertinato presentes do ambiente.

Também faz parte desta proposta mostrar que é possível executar qualquer projeto com o que a Leroy Merlin oferece em suas lojas. Muito além de produtos industrializados, há uma gama de itens artesanais que podem dar uma dose de rusticidade a qualquer ambiente, como é o caso desta cozinha. Com exceção da cadeira e das obras de arte, todo o restante foi construído com o mix de produtos oferecidos Leroy Merlin em suas lojas espalhadas em oferece.

Para Felipe Soares, que participa da mostra pela quarta vez, esta edição tem tudo para superar o sucesso dos anteriores. “Estou muito animado e confiante, pois o local escolhido tem muita história, uma linda área verde e nunca foi aberto a público. Graças a CASACOR, o espaço será aberto, pela primeira vez, para visitação. Tenho certeza que vai ser um sucesso”, diz.

Sobre a relação com a Leroy Merlin, Felipe destaca “Estou impressionado com a variedade e com a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pela Leroy Merlin, que não pára de crescer”.

O Diretor de Marketing da Leroy Merlin, Paulo Felippe José, ressalta que a parceria com a CASACOR Minas possibilitou apresentar todos os produtos e soluções que a marca oferece, mantendo valores e características consideradas marcantes no estado.

“Estamos presentes em Minas desde a chegada da marca ao Brasil, há 21 anos. Fomos ampliando nossa atuação e percebendo o mercado mineiro é um dos mais amplos e significativos do país em função dessa proximidade que o público daqui tem com todo esse universo que envolve a arquitetura, o design, o artesanato, e claro, a gastronomia”, afirma.

A CASACOR Minas 2019 conta com 60 ambientes, assinados por 94 profissionais das áreas de arquitetura, design de interiores e paisagismo. Esta é a 15ª edição da mostra realizada em um prédio histórico tombado, contribuindo para a geração de visibilidade e de investimentos para a manutenção do nosso patrimônio.

A mostra foi responsável por revelar construções importantes para a cidade como o prédio que hoje abriga o Arquivo Público, Museu Mineiro, Casa do Conde, entre vários outros, incluindo o casarão da Rede Ferroviária Federal, que abrigou as edições 2017 e 2018 e está passando por um grande processo de restauro, capitaneado pela Multicult, empresa realizadora da mostra.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente