Projeto em parceria é executado na planta da Progress Rail em Sete Lagoas | Crédito: Divulgação

A Vale e a Progress Rail, empresa da norte-americana Caterpillar, estão desenvolvendo uma locomotiva de pátio de manobra 100% elétrica, movida a bateria.

O equipamento está sendo construído na planta industrial da Progress em Sete Lagoas, na região Central de Minas Gerais, e deve entrar em fase-piloto de testes ainda neste semestre no Complexo de Tubarão, no Espírito Santo. Já a oferta global da nova locomotiva pela empresa de máquinas e equipamentos está prevista para o início do ano que vem.

Em comunicado, a Vale informou que o projeto da locomotiva faz parte do Programa PowerShift de substituição da matriz energética da companhia por fontes limpas. Segundo a empresa, a estratégia é reduzir suas emissões diretas e indiretas em 33% até 2030, a partir de 2017. Atualmente, as emissões das ferrovias representam cerca de 10% do total de emissões de escopo 1 e 2 da Vale.

“Se a tecnologia se mostrar viável, os equipamentos elétricos poderão contribuir para reduzir as emissões das ferrovias”, disse no comunicado.

Ainda conforme a mineradora, além de reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa pela substituição de diesel por eletricidade proveniente de fontes renováveis, o equipamento, batizado de EMD Joule, também irá reduzir a emissão de ruídos, minimizando os impactos nas comunidades em que atua.

As baterias da locomotiva terão capacidade de armazenamento de 1,9 megawatts-hora (MWh), expansível até 2,4 MWh, com possibilidade de operação por até 24 horas sem recarregamento.

Já a Caterpillar informou que desenvolveu a nova locomotiva em parceria com a Vale e que o equipamento estará disponível no mercado no início de 2021. Conforme a empresa, o equipamento “de emissão zero, marcha lenta sem ruídos e baixo ruído amplia o portfólio de material rodante da Progress Rail com a mais recente tecnologia de bateria de íon-lítio inteligente e desempenho confiável para partida instantânea em aplicações de pátio”.

Equipamentos elétricos poderão contribuir para reduzir as emissões das ferrovias | Crédito: Caterpillar’s Rail Division

A empresa destacou ainda que com a introdução de várias tecnologias, foi possível ingressar no projeto com a Vale, juntamente com as equipes de engenharia brasileiras das empresas e os engenheiros de locomotivas dos Estados Unidos da Progress Rail, para oferecer uma solução com amplos recursos de energia e carregamento.

“Nossa equipe se orgulha deste projeto, trabalhando em estreita colaboração com a Vale para entregar uma nova locomotiva de tecnologia avançada em aproximadamente 11 meses. Esperamos continuar apoiando toda a nossa base global de clientes com produtos e serviços inovadores para ajudá-los a atingir seus objetivos operacionais e ambientais”, disse o presidente e CEO da Progress Rail, Marty Haycraft.

A Progress Rail, uma empresa Caterpillar, é um dos maiores fornecedores integrados e diversificados de soluções e tecnologias de material rodante e infraestrutura para clientes globais de transporte ferroviário e fornece locomotivas e motores avançados EMD, vagões, ferrovias, fixadores, sinalização, solda ferroviária e equipamentos de manutenção Kershaw, juntamente com serviços dedicados de reparo de locomotivas e vagões, suporte a peças de reposição e operações de reciclagem.

A empresa também oferece tecnologias ferroviárias avançadas, incluindo aquisição de dados e equipamentos de proteção de ativos.