COTAÇÃO DE 24/01/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5030

VENDA: R$5,5030

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6630

EURO

COMPRA: R$6,2080

VENDA: R$6,2103

OURO NY

U$1.842,90

OURO BM&F (g)

R$323,72 (g)

BOVESPA

-0,92

POUPANÇA

0,5845%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

livre Negócios Negócios-destaque
" "
Crédito: REUTERS/Beawiharta

São Paulo – O Mercado Pago planeja superar a rival PagSeguro e ter uma operação integral de adquirência de cartões em 2020, enquanto avança para se tornar o principal motor de crescimento da empresa de comércio eletrônico Mercado Livre.

Operando como subadquirente no Brasil desde 2015, o Mercado Pago tinha uma base de cerca de 3,3 milhões de terminais ativos em setembro passado, último número disponível, considerando toda a América Latina. A rival PagSeguro fechou o terceiro trimestre de 2019 com 5 milhões de dispositivos ativos.

PUBLICIDADE




“É minha meta para esse ano”, disse nesta sexta-feira a diretora de pagamentos do Mercado Pago, Gabriela Szprinc, sobre a expectativa de superar a base de maquininhas do PagSeguro. “Existem várias regiões no Brasil que ainda estão subatendidas.”

Consultado, o PagSeguro não pode se manifestar de imediato sobre os comentários do Mercado Pago.

No ano passado, o Mercado Pago lançou uma central de descontos em parceria com lojistas, incluindo marcas como McDonald’s e Drogasil, dentro dos esforços para dar escala ao uso de seu aplicativo, num mercado em que as operações de bancos digitais e ecommerce estão rapidamente se integrando e ampliando o número de concorrentes.

Atualmente, há mais de 100 instituições de pagamentos em atividade no Brasil, segundo dados do Banco Central.




Entre os próximos passos previstos do Mercado Pago para 2020 estão obter as licenças de instituição financeira e para operação integral de adquirente de cartões.

Com isso “podemos passar a fazer coisas que hoje só podemos fazer por meio de parceiros”, disse o vice-presidente do Mercado Pago, Tulio Oliveira.

(Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!