COTAÇÃO DE 25/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8200

VENDA: R$4,8210

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,8900

VENDA: R$5,0160

EURO

COMPRA: R$5,1520

VENDA: R$5,1546

OURO NY

U$1.853,68

OURO BM&F (g)

R$287,13 (g)

BOVESPA

-0,98

POUPANÇA

0,6724%

OFERECIMENTO

exclusivo Negócios Negócios-destaque

Se consolidar em Minas é parte fundamental da estratégia da Casa de Bolos para o ano

COMPARTILHE

Se consolidar em Minas é parte fundamental da estratégia da Casa de Bolos para o ano
Aliando qualidade e simplicidade, meta da Casa de Bolos para este ano é crescer entre 7% e 10% - Crédito: Divulgação

Os mais de 100 sabores de bolos artesanais, incluindo versões diet, integral, funcional e bolo caseiro no pote são a aposta da Casa de Bolos para continuar crescendo em 2020. Depois de um 2019 que começou “turvo” mas depois engrenou, a meta para este ano é crescer entre 7% e 10%. Para cumprir esse objetivo, se consolidar em Minas Gerais é parte fundamental da estratégia do diretor comercial da rede Casa de Bolos, Fabrício Ramos.

Para isso, a expansão no Estado é acelerada. Em novembro, foi inaugurada a unidade de Itabira e, este mês, foi a vez de Sete Lagoas, ambas na região Central. Atualmente, são 16 unidades em território mineiro, de um total de 386 no Brasil.

PUBLICIDADE




“Vínhamos cautelosos depois de um 2018 muito difícil. O ano passado nos trouxe uma surpresa agradável, inclusive em Minas Gerais. O Estado sempre apresentou um cenário mais difícil, uma expansão mais lenta. Mas, a partir do segundo semestre, nos fortalecemos. A expectativa para Minas é crescer entre 10% e 12% em 2020”, afirma Ramos.

Modelos de negócio – Para tanto, a marca conta com dois formatos de negócios. O primeiro, voltado para as cidades com mais de 70 mil habitantes é o Standard, com investimento total médio de R$ 150 mil. O segundo, batizado Fit, é para cidades menores e tem investimento total médio de R$ 125 mil. Para os shopping centers e outras áreas de grande circulação, como terminais de transporte, foi desenvolvido o modelo de quiosque, ainda em estágio de aprovação.

Para integrar o time de franqueados, a empresa busca candidatos de perfil familiar. “Temos um produto simples e uma operação simples. Precisamos de pessoas que possam, realmente, estar à frente do negócio. O perfil investidor não nos interessa nesse momento. Nosso segredo é aliar qualidade e simplicidade”, pontua o diretor comercial da rede Casa de Bolos.

Para garantir essa qualidade a rede mantém um centro de distribuição no interior de São Paulo e homologa insumos localmente. A ideia é que o franqueado possa optar pelo melhor custo-benefício sem abrir mão da qualidade. Em um país de dimensões continentais e com as dificuldades logísticas como o Brasil, esse fator é decisivo para o sucesso da operação. A riqueza culinária e a variedade de sabores regionais também ajudam a ditar o ritmo da compra de insumos.

PUBLICIDADE




“Testamos os sabores regionalmente e depois disponibilizamos para a rede, assim todos os sabores que estão no cardápio são nacionais. O que acontece é que cada unidade, conhecendo os hábitos dos seus clientes, vai compor a vitrine de acordo com aquilo que tem mais saída naquela determinada época do ano. Em Minas essa é uma questão mais fácil porque o Estado é a matriz da cozinha tradicional brasileira”, completa.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!