Um mosaico de histórias tendo como fio condutor o clima. Se fosse possível resumir, esta seria a frase que melhor descreveria o novo livro do jornalista Alfredo Sirkis, “Descarbonário” (UBK Publishing House, R$ 79,90). Mas, em suas 492 páginas, o que mais se vê – ou lê – são histórias bem-humoradas, curiosas e divertidas que trazem de forma anedótica e sem linearidade ou cronologia muitas passagens de sua vida, entremeada, desde o fim da década de 60, pelas militâncias política e climática.

A obra “Descarbonário” é lançada 40 anos depois de “Os carbonários”, best-seller autobiográfico que Sirkis escreveu em 1980 e que lhe rendeu o Prêmio Jabuti do ano seguinte, além de ter sido fonte de inspiração para a histórica minissérie “Anos Rebeldes”, da Rede Globo. A Ubook também faz o relançamento desta obra, em e-book, já disponível no aplicativo da Ubook e, em breve, em audiobook.

As quatro décadas que separam os dois volumes mostram a evolução de alguém que sempre foi político, mas também sempre foi escritor. Sendo que agora, apesar de explorar a política, em passagens sobre a convivência com o atual presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, bastidores de sua campanha presidencial em 1998 e de encontros com o então presidente Michel Temer, Sirkis preferiu manter seu olhar de escritor, roteirista e jornalista imprimindo opiniões sem fazer cálculos.

É essa ambiguidade que torna a narrativa indispensável para aqueles que querem descobrir ou aprofundar a política partidária e assuntos relacionados, como a estruturação da segurança pública no Rio de Janeiro, por exemplo, ou a descriminalização das drogas, e para quem procura destrinchar o cenário mundial do clima, sob a perspectiva de um pioneiro da causa ambiental no País.

“O atual posicionamento brasileiro em relação ao tema é uma catástrofe”, limita-se a comentar. E tudo temperado com uma escrita leve, saborosa, independente e bem pessoal.

A produção levou dois anos e, durante os preparativos para a entrega dos originais, Sirkis viu necessidade de abrir um capítulo sobre a pandemia causada pelo novo coronavírus. Nele, são abertos caminhos com alternativas para a recuperação econômica pós-Covid-19, tendo como cenário os sinais enviados pelo Palácio do Planalto.

Toda recuperação, segundo Sirkis, passa pela necessidade de se criar modelos sustentáveis.

E é por conta da pandemia que o lançamento de “Descarbonário” irá desbravar o mundo virtual: serão promovidos três encontros para amigos e convidados, até o dia 9 de julho (Rio de Janeiro, dia 25 de junho, às 19h; São Paulo, dia 2 de julho, às 19h e Brasília, dia 9 de julho, às 19h), pela plataforma Zoom e com transmissão simultânea no YouTube do Centro Brasil no Clima. Em breve será disponibilizada a venda do livro físico.

Serviço de assinatura de audiolivros – Lançado no início de outubro de 2014, a Ubook é o primeiro serviço de assinatura de audiolivros por streaming do Brasil. A plataforma funciona como o Netflix para vídeos ou o Spotify para música: por um valor mensal é possível ter acesso ilimitado a todo o catálogo através do aplicativo.

Além de audiobooks e e-books, a Ubook inovou o segmento trazendo também séries e documentários originais, programas exclusivos, notícias e outros tipos de conteúdo em áudio para seus usuários. A plataforma ainda ampliou seu catálogo ao disponibilizar também e-books para seus assinantes. (Da Redação)