Abertura de empreendimentos no País apresenta expansão de 25,5%
Crédito: Freepik

Com pouco mais de uma década de formalização na legislação brasileira, os MEIs são responsáveis por impulsionar uma série de setores e contam com um catálogo cada vez mais completo de serviços financeiros no mercado.

Desde a sua regularização, o registro de microempreendedor individual tem fomentado o empreendedorismo e o trabalhador autônomo no país. Nesse período uma série de incentivos foram gerados, alguns setores mudaram de patamar pelo ingresso do MEI e todo um mercado voltado para essa solução foi criado buscando saídas mais simples para pequenos negócios que querem se desenvolver.

Dados levantados pela startup MEI Fácil apontam que aproximadamente 70% dos microempreendedores possui uma conta bancária pessoa física ou poupança para lidar com o negócio e quase 90% não utilizam formas alternativas de pagamento, como maquininha de cartão.

Frente a essa limitação de acessibilidade a serviços financeiros por parte dos pequenos autônomos, a MEI Fácil tem o objetivo de trazer inclusão financeira para possibilitar ao pequeno empreendedor acesso a serviços financeiros essenciais para tocar o negócio.

Para o CEO Marcelo Moraes, o impacto da solução proposta pela MEI Fácil é enorme e, para os próximos dez anos, o cenário é ainda mais promissor, uma vez que o mercado tem grande margem para crescer.

“O MEI tem muito potencial, mas precisa de amparo, soluções e informatização, algo no qual temos nos especializado cada vez mais, criando canais como a TV MEI Fácil, focada na gestão financeira e burocrática e o Zap do MEI, que é um programa de educação coletiva via WhatsApp”, afirma.

Serviços – Por meio do aplicativo ou do site da MEI Fácil, o empreendedor pode fazer o cadastro como MEI em pouquíssimos minutos, preenchendo perguntas básicas. Toda a parte burocrática mais complexa fica a cargo da própria startup.

A empresa disponibiliza conteúdos sobre finanças pessoais, gestão, dentre outros, por meio de um canal no YouTube (TV MEI Fácil) e pelo app. Além disso, estão disponíveis também ferramentas como “Zap do MEI”, que já educou por WhatsApp mais de 100 mil empreendedores em temas-chave de gestão e finanças.

A MEI Fácil também oferece uma gama de serviços gratuitos que permitem o empreendedor manter o seu negócio em dia, como emissão de Nota Fiscal, acesso às guias de imposto, aos documentos da empresa, além da declaração anual de faturamento do MEI.

Através do app da MEI Fácil, o microempreendedor individual consegue ter acesso a uma série de serviços financeiros que contemplam seu negócio do início ao fim, e que farão parte sua rotina. Entre eles, estão instrumentos de recebimento, como possibilidade de gerar um boleto bancário, um link para pagamento ou então mesmo uma maquininha de cartão.

Conta digital – Produtos ainda em desenvolvimento, a MEI Fácil já começa a implementar sua própria conta digital, na qual os microempreendedores poderão organizar suas próprias finanças e unificar seus recebimentos.