COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$6,6420

VENDA: R$6,6450

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus livre Negócios

Zema fala sobre ações de enfrentamento à pandemia em evento on-line da Amcham

COMPARTILHE

Crédito: Gil Leonardi / Imprensa MG

A Câmara Americana de Comércio reuniu nesta quinta-feira (23), mais de 500 empresários em um evento on-line, com a participação do governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

O encontro digital, que integra a série de webinários promovido pela Amcham Brasil, por todo o país, teve como objetivo debater as medidas que o governo tem adotado para mitigar os efeitos gerados pela pandemia do Covid-19 no estado, abordou temas, como a flexibilização das leis trabalhistas, o isolamento social e os reflexos dessas ações para as empresas de diversos setores. 

PUBLICIDADE

No encontro, o governador afirmou que Minas Gerais apresenta uma das taxas mais baixas de contaminação e defendeu a autonomia dos chefes municipais para definir regras referentes ao isolamento.

“As cidades mineiras têm sido afetadas pela pandemia em níveis distintos. Enquanto algumas têm muitos infectados, outras não tem nenhum. Portanto, não devemos aplicar medidas uniformizadas”, afirmou. 

No entanto, Zema se comprometeu a produzir um protocolo de ações e distribuí-lo em todas as cidades. No documento devem constar diretrizes tanto para municípios em que a restrição deve ser mais rigorosa quanto para aqueles em que a proliferação da doença está mais controlada.

Ele afirmou ainda que sua equipe está preparando a reativação das atividades de forma segura e consciente, mas não deu previsão de quando a vida deve voltar ao normal. 

“O que podemos adiantar é que será um processo gradual, que afetará as pessoas de formas distintas. Atividades como as realizadas em refinarias, por exemplo, que exercem impacto importante na economia e não demandam grande circulação de pessoas devem ser retomadas com mais facilidade”. 

O governador afirmou que, apesar das dificuldades, a crise tem ensinado lições valiosas. “Com a dificuldade de adquirir novos respiradores, por exemplo, percebemos a importância de descentralizar a produção e logística de determinados produtos ou serviços. Não devemos ficar dependentes de outros estados em situações como essa”, afirmou. 

Sobre a ajuda às empresas durante a crise, o governador destacou o adiamento do pagamento de tributos dos empreendimentos que se enquadram no regime de tributação Simples Nacional e a disponibilidade de linhas de crédito especiais pelo BDMG.

Zema se posicionou favoravelmente à algumas medidas adotadas pelo governo federal, principalmente no que se refere à flexibilização na legislação trabalhista, mas afirmou ser contrário a qualquer aumento de tributação. “A correção deve ser feita do lado da despesa, e não da receita”, declarou. 

O coordenador regional da Amcham em Belo Horizonte, Matheus Vieira Campos destaca a importância desse diálogo do governador com os empresários.

“Nosso objetivo com essa conversa é unir forças para que o setor público e o privado cheguem a soluções que amenizem o impacto econômico e social provocado pela pandemia em Minas. Esse alinhamento será essencial para superar os desafios que ainda estão por vir e para a retomada econômica”, ressalta.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!