COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Opinião
" "

Thais Zacharias*

Quando falamos nas mudanças que o mercado de trabalho vem passando no século XXI, tende-se a se pensar nos grandes adventos tecnológicos, mas as transformações se estendem para outros aspectos, e um dos mais relevantes é o cultural. Exemplo disso é que, cada vez mais, tem-se dado importância à colaboração no meio profissional. Destacando-se os ganhos gerados pelas trocas, parcerias e relacionamentos.

PUBLICIDADE




Antes, ajudar o colega do mesmo segmento profissional ou falar sobre as vitórias e fracassos do seu negócio, eram atitudes vistas com desconfiança. Hoje, ao contrário, são vistas como positivas, e, até, como um diferencial alcançado por meio da promoção do intercâmbio entre empresas, o benchmarking e a criação de novas relações. Afinal, o atual mundo dos negócios pede por profissionais e empresas que inspiram, sem medo de gerar concorrência.

É importante que empresários e profissionais tenham a mente aberta para identificar possíveis oportunidades em qualquer momento, inclusive nas férias ou em um café. Uma boa estratégia é participar de grupos, associações e eventos que possam gerar este networking e aumentar suas possibilidades de parcerias. Segundo a coach Ludmila Fortes, especialista em carreiras, um bom começo é reunir amigos empresários para discutir situações de mercado e compreender melhor o segmento de atuação de cada um. Isso pode tornar possível vislumbrar oportunidades de trocas.

Mesmos aqueles com perfis profissionais que não são necessariamente o que você procura, podem indicar alguns contatos para conectar com sua rede.

Outro aspecto que faz a diferença é entender e mapear quem é seu público alvo. Se você é, por exemplo, um corretor imobiliário e quer atrair compradores para empreendimentos classe A, não adianta frequentar ambientes com pessoas de classe B ou C. Observe como seu público se veste e se comporta e haja de forma semelhante. É preciso “falar a mesma língua”. Se esforce para frequentar eventos com membros desse público visado, mesmo que seja preciso investir para estar com o perfil que você precisa.




Uma boa estratégia de relacionamento é criar seu “Pitch de elevador”: em frente ao espelho, elabore um discurso para falar de seu negócio em poucos minutos, de forma impactante, que chame a atenção do ouvinte e gere curiosidade. Isso pode trazer oportunidade para um próximo encontro.

Além disso, antes de tentar vender seu produto/serviço, identifique as necessidades estratégicas deste cliente, para então buscar por aliados. Ofereça primeiro algum conteúdo ou conhecimento para gerar empatia. E só depois, tente intensificar a relação, focando em parcerias.

Outra dica para ampliar sua rede de relacionamentos é o uso das mídias sociais. O LinkedIn, por exemplo, permite apresentar conteúdo e gerar interações. Mas, também, é possível trabalhar outras plataformas. Eu mesma, quando mudei para Belo Horizonte, decidi criar o instagram @ficadicabh. O objetivo era a divulgação gratuita de serviços, visando gerar oportunidade de negócios e muitas parcerias. O retorno foi positivo e surgiu o convite para assumir a Diretoria de Parcerias e Projetos da ACMinas, da qual já fazia parte, enquanto associada, frequentando os eventos e ampliando meu network. Após este cargo, um novo desafio foi me apresentado: assumi o cargo de Community Manager da Strider, uma startup agtech que está em crescimento exponencial e precisava de um perfil conector de pessoas e novas parcerias. 

Por fim, é preciso ter em mente que ninguém cresce sozinho em mercados competitivos, e que o desenvolvimento de uma boa estratégia de crescimento de rede, passa pela análise de como se beneficiar de networking e parcerias estrategicamente alinhadas. “Bora” gerar mais negócios?

* Diretora de Parcerias e Projetos na ACMinas Jovem

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!