COTAÇÃO DE 22/06/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,9650

VENDA: R$4,9660

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9570

VENDA: R$5,1130

EURO

COMPRA: R$5,9745

VENDA: R$5,9772

OURO NY

U$1.778,62

OURO BM&F (g)

R$286,53 (g)

BOVESPA

-0,38

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Política

Governo publica decreto que inclui Correios em programa de desestatização

COMPARTILHE

POR

Crédito: Ricardo Moraes/Reuters

São Paulo – O governo federal publicou, nesta quarta-feira, decreto que inclui os Correios no Programa Nacional de Desestatização, estabelecendo o BNDES como responsável pela execução e o acompanhamento do processo.

O decreto inclui a venda do controle acionário da empresa e a concessão dos serviços postais de envio de cartas, impressos, encomendas e telegrama.

PUBLICIDADE

Segundo o texto, a desestatização está condiciona à “aprovação, pelo Congresso Nacional, do marco legal dos serviços postais”.

O governo tem expectativa de realizar o leilão dos Correios no próximo ano. A modelagem da venda da companhia deve ser concluída em agosto, após a primeira fase dos estudos de desestatização ser concluída em meados de março.

O Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) aponta que os Correios investiram R$ 300 milhões em 2020 e que a necessidade de investimento para este ano seria de R$ 1,7 bilhão. Para 2025, a conta chega a R$ 2,6 bilhões. A fatia de mercado da empresa nos últimos anos, segundo o levantamento do PPI, caiu de 48% em 2017 para 43% em 2019.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) dos Correios em 2020 somou R$ 988 milhões, alta de 46% sobre 2019. A margem cresceu de 3,7% para 5,7%. A receita líquida, porém, recuou 6% no período, a R$ 17,7 bilhões.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!