COTAÇÃO DO DIA 22/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4780

VENDA: R$5,4790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5070

VENDA: R$5,6470

EURO

COMPRA: R$6,6088

VENDA: R$6,6101

OURO NY

U$1.853,68

OURO BM&F (g)

R$ (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Política
Página Inicial » Política » Maia cobra ação dos partidos políticos

Maia cobra ação dos partidos políticos

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: NAJARA ARAUJO / CÂMARA DOS DEPUTADOS
Crédito: NAJARA ARAUJO / CÂMARA DOS DEPUTADOS

Brasília – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a declaração do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre possíveis fraudes no sistema eletrônico de eleição brasileira em 2022. Um dia após a invasão do Capitólio por extremistas apoiadores do presidente Donald Trump, Bolsonaro voltou a dizer que houve fraude na eleição americana e que as eleições de 2022 sem o voto impresso e as urnas auditadas “nós vamos ter problemas piores do que os Estados Unidos”, afirmou.

Maia considerou a frase um ataque gravíssimo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aos seus juízes. Ele cobrou que os partidos políticos acionem a Justiça para que Bolsonaro se explique.

“A frase do presidente Bolsonaro é um ataque direto e gravíssimo ao TSE e seus juízes. Os partidos políticos deveriam acionar a Justiça para que o presidente se explique. Bolsonaro consegue superar os delírios e os devaneios de Trump”, criticou Maia por meio de suas redes sociais.

Na quarta-feira (6), o presidente da Câmara já havia afirmado que a invasão do Congresso americano “por extremistas representa um ato de desespero de uma corrente antidemocrática que perdeu as eleições”. Os invasores tinham como objetivo impedir a certificação da vitória de Joe Biden, adversário de Trump na eleição presidencial.

TSE – Ontem, a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), e os líderes das bancadas do partido na Câmara, deputado Enio Verri (PR), e no Senado, senador Rogério Carvalho (SE), protocolaram duas representações contra o presidente Jair Bolsonaro, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Procuradoria-Geral da República (PGR), por conta de acusações sem provas ao sistema eleitoral brasileiro e por ameaças à democracia do País.

As ações pedem a responsabilização penal, por improbidade administrativa e civil contra Bolsonaro. (Agência Câmara)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente