COTAÇÃO DE 19/04/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5500

VENDA: R$5,5510

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5400

VENDA: R$5,7130

EURO

COMPRA: R$6,7043

VENDA: R$6,7067

OURO NY

U$1.771,25

OURO BM&F (g)

R$317,44 (g)

BOVESPA

317,44

POUPANÇA

0,1590%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa

Prêmio José Costa revela vencedores em ambiente 100% digital

COMPARTILHE

Empresários, entidades, ONGs e empresas estão entre os premiados nas categorias da sétima edição do Prêmio José Costa | Crédito: Reprodução

Os agraciados da sétima edição do Prêmio José Costa foram conhecidos na noite de ontem em um ambiente 100% digital. Com o mote de resgatar a força e o protagonismo de Minas Gerais sem deixar ninguém para trás, a premiação contemplou empresas, empresários, academias, ONGs e formadores de opinião nas categorias de Qualidade da Cidadania; Qualidade da Democracia; Qualidade de Vida; Qualidade Ambiental; Qualidade da Inovação e Produção Tecnológica; Qualidade da Cultura e Educação; Geração e Distribuição de Riquezas; e Produção Responsável e Competitividade.

Vale lembrar que as categorias e os indicados foram definidos com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e nas premissas do Movimento Minas 2032, organizado pelo DIÁRIO DO COMÉRCIO e onde o Prêmio José Costa está inserido, em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC).

Qualidade da cidadania – Fiemg/Senai

PUBLICIDADE

“Trabalhamos com muito afinco durante a pandemia, com inúmeras ações e com várias óticas. Uma delas foi olhando para a sociedade com medidas que pudessem mitigar os impactos da pandemia. Medidas de cunho social pensando em como poderíamos ajudar a sociedade a passar por este desafio. Um deles foi o Projeto Inspirar, que desenvolvemos juntamente com a empresa Tacom, e que no permitiu num curto espaço de tempo disponibilizar os equipamentos”. Flávio Roscoe – presidente da Fiemg

Qualidade da democracia – Observatório Social do Brasil

“São mais de 3.500 pessoas que voluntariamente atuam em mais de 150 cidades do Brasil. Atuamos no monitoramento das despesas dos municípios em colaboração aos órgãos oficiais de controle com o propósito de contribuir para eficiência da gestão pública. E, neste momento em que o povo brasileiro é chamado a resgatar seus valores e sua cidadania, nos sentimos gratificados e mobilizados a continuar promovendo o controle social em todo o território nacional. Mas mais do que isso, queremos estimular as pessoas a se tornarem protagonistas da história do nosso País”. Ney Ribas – representante do Sistema Observatório Social do Brasil

Qualidade de vida – Cooperativa de Trabalho Médico Unimed-BH

“Para cuidar bem das pessoas, ampliamos nosso olhar com objetivo de trazer contribuições efetivas para toda a sociedade. Como cooperativa, temos um importante papel social de levar desenvolvimento, saúde e qualidade de vida para todas as pessoas da nossa área de atuação. E, este prêmio que valoriza as iniciativas com foco no desenvolvimento econômico e social traduz bem o trabalho que temos realizado: comprometido com nosso público e alinhado aos ODS”. Samuel Flam – diretor-presidente da Unimed-BH

Qualidade ambiental – Brigada 1

“Estamos honrados em representar tantas entidades e pessoas que se dedicam e contribuem com o desenvolvimento de Minas Gerais prezando por um meio ambiente saudável e mais equilibrado. A Brigada 1 é composta apenas por voluntários que atuam com vigor, comprometimento e profissionalismo em prol de um trabalho sério e eficiente. Assim como o Movimento Minas 2032, que visa aos ODS, a Brigada 1 também busca contribuir a curto, médio e longo prazo com as ações governamentais de transformação qualitativa e quantitativa do modelo ambiental e socioeconômico de Minas Gerais”. Daniel Almeida Rocha – presidente da Brigada 1

Qualidade da inovação e produção tecnológica – UFMG Coolabs

“Este troféu tem significado especial, neste momento em que vivemos e gostaria de compartilhar com todos os coordenadores dos sete laboratórios que se dedicaram de maneira incansável na testagem do novo coronavírus. Divido também com todos os que trabalharam nos laboratórios e toda a comunidade da UFMG. Este é um prêmio que significa muito para comunidade e para a instituição que é pública, de qualidade e de relevância para a sociedade. E que luta para tornar a sociedade cada vez melhor, solidária e acolhedora, voltada sempre para o bem comum”. Sandra Goulart Almeida – reitora da UFMG

Qualidade da cultura e educação – Helena Neiva

“Esta premiação nos enche de alegria e de orgulho. É uma enorme honra ter esse reconhecimento vindo de uma organização que a gente tanto admira e que representa tanto para o nosso Estado como o DIÁRIO DO COMÉRCIO. Uma organização que sempre se pautou, durante toda sua trajetória, pela integridade, pela ética e pela postura sempre corajosa e inovadora, e mais do que nunca com uma consciência diferenciada em nome do bem comum”. Helena Neiva – Presidente da Fundação Pitágoras

Produção responsável e competitividade – ArcelorMittal

“A ArcelorMittal é líder mundial na produção de aço e tem uma longa história de inovação e competitividade em Minas Gerais. A empresa adota as melhores práticas e tem contribuído fortemente para o desenvolvimento econômico e social do Estado. Esta conquista reforça nosso propósito de criar aços inteligentes para um mundo melhor. Todas nossas ações são baseadas em nossos valores de sustentabilidade, qualidade e liderança. Vamos continuar tornando a empresa cada vez mais produtiva e eficiente, gerando empregos e colaborando com a melhoria da qualidade de vida nas comunidades onde atuamos”. Jefferson de Paula – CEO da ArcelorMittal

Geração e distribuição de riquezas – Magazine Luiza

O Magazine Luiza, ao contrário da maioria das empresas varejistas, conseguiu aumentar suas vendas durante a pandemia. A empresa também criou o “Parceiro Magalu”, uma plataforma digital de vendas que está ajudando micro e pequenos varejistas e profissionais autônomos a manter seus negócios.

 

 

Nova ordem mundial marca o encerramento

Para o encerramento do Prêmio José Costa 2020, um dos maiores líderes de Minas Gerais e referência mundial do Cooperativismo, Ronaldo Scucato, presidente do Sistema Ocemg e o coordenador Residente da ONU no Brasil, Niki Fabiancic, deixaram importantes mensagens sobre o futuro e a nova ordem mundial, tanto sob o ponto de vista dos negócios quanto da sociedade.

Scucato argumentou que a sustentabilidade já deveria estar inserida no ambiente da governança corporativa de forma que os resultados das empresas estejam sempre alinhados com os objetivos sociais. Segundo ele, ações sociais geram resultados econômicos positivos.

“Acreditamos em um mundo mais justo, feliz e equilibrado, com oportunidades para todos por meio da cooperação e um caminho que envolve desenvolvimento econômico social e promoção mútua. Isto é o futuro esperado, a verdadeira cooperação que coincide com o posicionamento de empresas socialmente responsáveis como as que integraram este importante evento do DIÁRIO DO COMÉRCIO e da Fundação Dom Cabral”, avaliou.

Fabiancic, por sua vez, ressaltou a pertinência das discussões e reflexões durante o evento. Conforme ele, tais ações não poderiam ocorrer em momento mais oportuno: o de mudanças firmes e urgentes impostas pela pandemia.

Ele questionou como construir uma saída para esta crise. Ressaltou o papel do governo para liderar e orientar a recuperação econômica e social, mas ponderou que não se trata de um trabalho exclusivo.

“Empresas, cooperativas, entidades sociais e academia são atores relevantes que devem unir esforços com determinação e compromisso. E, neste sentido, acreditamos que o senso de urgência da Agenda 2030 se impõe com mais força e pode colaborar com esta transformação. Chamamos os países não só a fazer o melhor esforço para mitigar os impactos da pandemia, mas a se reconstruírem melhor do que eram de forma que nossas sociedades se tornem mais resilientes, pacíficas e justas”, afirmou.

Por fim, Adriana Costa Muls convocou a todos os participantes do evento a trabalhar em prol da sociedade e de Minas Gerais sem deixar ninguém para trás.

“Vamos fazer Minas se juntar e puxar o fio da meada para a construção de um futuro melhor. Refletir e praticar tudo o que ouvimos e discutimos nos dois dias do Prêmio José Costa; promover articulações que fortaleçam nossas ações. Vamos focar nas convergências e seguir adiante. Vamos provocar o compromisso das lideranças para articulação e construção conjunta do futuro que queremos. Minas, pelos seus 300 anos, merece isso. A hora é de união. Vamos juntos”, finalizou.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!