COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque exclusivo
Arrecadação de impostos administrados pela Receita Federal do Brasil alcançou R$ 101,08 bilhões no ano passado - Crédito: Renato Araújo/ABr

A arrecadação federal em Minas Gerais atingiu R$ 101,493 bilhões em 2019, o que representa alta de 20,41% em relação a 2018, quando atingiu R$ 84,284 bilhões. Somente o valor administrado pela Receita Federal do Brasil (RFB) somou R$ 101,087 bilhões em 2019, elevação de 20,55% em relação a 2018, quando R$ 83,853 bilhões foram arrecadados.

O imposto sobre importação foi responsável pela arrecadação de R$ 1,119 bilhão em 2019. No ano anterior, foram arrecadados 993,675 milhões, mostrando um crescimento de 12,65% no ano passado.

PUBLICIDADE

Os valores referentes à arrecadação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) também apresentaram aumento em Minas Gerais. Enquanto em 2018 foram registrados R$ 6,641 bilhões, em 2019 o número saltou para R$ 7,009 bilhões, incremento de 5,54%.

A expansão também foi verificada no imposto sobre a renda. No total, em 2019, a arrecadação chegou a R$ 23,457 bilhões, contra R$ 18,840 bilhões em 2018, alta de 24,50%.

Imposto de Renda – Somente o Imposto de Renda sobre Pessoa Física (IRPF) atingiu R$ 3,414 bilhões no ano passado, incremento de 23,92% em relação a 2018, quando 2,755 bilhões foram arrecadados.

Já no Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), por sua vez, a expansão verificada foi de 37,27%, passando de R$ 8,788 bilhões no ano de 2018 para R$ 12,064 bilhões no ano passado.

O recolhimento da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) em Minas Gerais somou R$ 12,137 bilhões em 2019. No ano anterior, o valor registrado foi R$ 11,060 bilhões, revelando um crescimento de 9,73%.

Por fim, a contribuição para o PIS/Pasep em 2019 chegou a R$ 3,893 bilhões, o que mostra uma expansão de 12,87% na comparação com 2018, que registrou R$ 3,449 bilhões.

Nacional – A arrecadação do governo federal fechou 2019 com alta real de 1,69%, a R$ 1,537 trilhão, num desempenho ajudado pelo recolhimento de impostos de empresas em ano no qual estatais também registraram ganhos de capital sujeitos à tributação após vendas de participações.

Este foi o melhor desempenho anual desde 2014, quando a arrecadação somou R$ 1,599 trilhão, na série da Receita corrigida pela inflação.

Em dezembro, contudo, houve queda de 0,08% sobre igual mês de 2018, a R$ 147,501 bilhões. (Com informações da Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!