COTAÇÃO DE 26/02/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6050

VENDA: R$5,6055

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5730

VENDA: R$5,7530

EURO

COMPRA: R$6,7113

VENDA: R$6,7142

OURO NY

U$1.732,60

OURO BM&F (g)

R$307,54 (g)

BOVESPA

-1,98

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus Economia livre

Comércio da China enfrenta desafios e pequenas empresas sofrem impactos

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: REUTERS/Thomas Peter

Pequim – O comércio exterior da China enfrenta desafios à medida que pequenas e médias empresas em suas cadeias de suprimentos passam por dificuldades de financiamento em meio a restrições comerciais, falta de matérias-primas e pagamentos atrasados devido ao surto de coronavírus, informou o Ministério do Comércio do país nesta quinta-feira (27).

Uma pesquisa do ministério mostrou que mais de 90% das cerca de 7 mil empresas envolvidas no comércio exterior estão enfrentando atrasos nas remessas e nos pagamentos por conta do surto.

PUBLICIDADE

Muitas empresas enfrentam riscos significativos de cancelamento de pedidos e rejeições na entrega e pagamentos de produtos, de acordo com informações do diretor do departamento de comércio exterior do ministério, disse Li Xingqian, pedindo um seguro de crédito à exportação “necessário com urgência” para elas.

“O ministério introduzirá novas medidas de assistência em tempo hábil”, acrescentou Li, sem especificar um prazo.

Mas não houve uma grande mudança nas cadeias de suprimentos ou na manufatura da China, disseram autoridades do ministério, acrescentando que algumas empresas estrangeiras continuam investindo, apostando nas perspectivas de longo prazo do mercado chinês.

Os problemas enfrentados pelas empresas estrangeiras na retomada do trabalho após restrições de viagens e movimentos para conter o vírus serão resolvidos em breve, à medida que Pequim orienta as principais indústrias a retomarem a produção, disse o funcionário do ministério, Zong Changqing.

“O impacto do surto de coronavírus nas cadeias industriais e de suprimentos é temporário”, acrescentou Zong, diretor do departamento de investimentos estrangeiros do ministério. O status importante da China na cadeia global industrial e de suprimentos não mudará por causa disso.”

(Reuters)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente