COTAÇÃO DE 27/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,7380

VENDA: R$4,7380

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,8300

VENDA: R$4,9460

EURO

COMPRA: R$5,0781

VENDA: R$5,0797

OURO NY

U$1.853,86

OURO BM&F (g)

R$284,80 (g)

BOVESPA

+0,05

POUPANÇA

0,6462%

OFERECIMENTO

Economia

Contabilidade tem novo perfil de profissionais

COMPARTILHE

Para presidente do CRC-MG, Rosa Maria, qualificação constante é o grande desafio do profissional - Credito: Eduardo Batista

A tecnologia vem mudando as formas de atuação de diversas categorias profissionais. No segmento da contabilidade, essa característica ganha força, impulsionada pela demanda da sociedade por menos burocracia, o que também é possibilitado pelas ferramentas virtuais. Nesse cenário, o perfil do profissional da contabilidade tende a mudar, ficando mais voltado para a gestão.

O desafio, segundo a presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais (CRC-MG), Rosa Maria Abreu Ramos, é a qualificação constante. Esse é um dos temas a serem abordados durante a XII Convenção de Contabilidade de Minas Gerais, que teve início ontem, no Expominas, em Belo Horizonte, e termina amanhã.

PUBLICIDADE




“A máquina é importante, mas nós profissionais somos agentes de leitura, de tradução das informações geradas por meios tecnológicos. Hoje, essa leitura tem muito valor, pois ampara as empresas na tomada de decisões”, disse Rosa Maria.

Ela considera que a tendência é que o profissional de contabilidade se qualifique para ter expertise em gestão e consultoria, de forma a garantir que os dados tenham aplicação a quem demande. A presidente do CRC-MG considera que várias profissões já estão vivendo a revolução 4.0.

“Precisamos agora buscar qualificação para esse momento que a economia e as pessoas estão passando”, completou. A indústria 4.0 ou revolução 4.0 é um conceito que inclui as principais inovações tecnológicas aplicadas aos processos produtivos, que tendem a ficar mais autônomos e personalizados.

Um dos exemplos citados por Rosa Maria, sobre como a tecnologia já está sendo utilizada no dia a dia dos profissionais da contabilidade, vem da área tributária. O Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), que possibilita a apuração de tributos e obrigações acessórias que as empresas estão obrigadas a pagar. O Sped existe desde 2007 e, desde então, vem sendo incrementado.

PUBLICIDADE




“Essa ponte com o poder público possibilita o uso de ferramentas tecnológicas”, reforça.

Simplificação – Ela ressalta que um dos ganhos trazidos pela tecnologia é a simplificação dos processos e eliminação de papéis.

“Nós, profissionais da contabilidade, buscamos o trabalho aliado à tecnologia para que tenhamos melhores resultados para a gestão das empresas”, resume.

Outra vantagem é que, com acesso a informações com rapidez, o profissional tem condição de prestar um serviço com maior exatidão. Ao capturar as notas fiscais das entradas ou saídas do cliente, por exemplo, o profissional da contabilidade pode extrair dados importantes, como identificações de custo por item de mercado. “Essa captura é um processo que se tornou possível com a tecnologia”, diz.

Com acesso a dados mais apurados, o profissional da área de contabilidade também passa a poder prestar um trabalho mais personalizado, atuando em nichos de mercado.

A XII Convenção de Contabilidade de Minas Gerais será encerrada amanhã. Além dos impactos da tecnologia no dia a dia da contabilidade, o encontro debaterá temas como ética, cidadania e corrupção.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!