COTAÇÃO DE 02-12-2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6600

VENDA: R$5,6600

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8130

EURO

COMPRA: R$6,3753

VENDA: R$6,3783

OURO NY

U$1.768,55

OURO BM&F (g)

R$319,92 (g)

BOVESPA

0,4902

POUPANÇA

+3,66%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque livre
Número de usinas solares financiadas pelo banco mais que dobrou | Crédito: Origo Energia

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) acaba de formalizar um protocolo de intenções para o desenvolvimento do mercado de energias renováveis no Norte de Minas.

O objetivo é a realização de ações, estudos e análises para criar oportunidades para profissionais e empresas locais, visando ao apoio institucional e financeiro ao setor de energias renováveis na área mineira da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

PUBLICIDADE

A parceria foi firmada na quinta-feira (12/3), em Montes Claros, com a Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD), a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amans) e o Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene (Cimams).

“Esta parceria reforça o papel do BDMG na diversificação da matriz econômica de Minas em bases sustentáveis, partindo do grande potencial econômico do Estado no mercado de energia renovável, em particular na região Norte. A união destes atores institucionais é mais um passo deste processo”, afirma o presidente do BDMG, Sergio Gusmão.

O protocolo terá vigência de 24 meses e, como metas, prevê o incentivo à implantação de sistemas solares fotovoltaicos no segmento de microgeração distribuída na região, estímulo ao fortalecimento de empresas integradoras do setor de energia solar fotovoltaica, além do surgimento de novas empresas em outros setores ligados ao setor.

Atuação no segmento – Fomentar a geração de energia limpa é um dos elementos centrais da estratégia de atuação do BDMG. No ano passado, os desembolsos para projetos de geração de energia solar fotovoltaica triplicaram em relação a 2018, chegando a R$ 53 milhões.

O número de usinas solares financiadas pelo banco mais que dobrou em 2019, passando de 25 para 54. A capacidade de geração dos empreendimentos financiados no ano passado chega a 45,8 GW/ano, o suficiente para abastecer 23,8 mil domicílios. Do total de liberações para projetos de energia solar, 78% foram para o Norte de Minas. (Agência Minas)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!