COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Setor de serviços registra ligeira recuperação em MG

COMPARTILHE

Crédito: Reuters/Pilar Olivares

O setor de serviços no Estado avançou 0,1% em julho na comparação com junho, na série com ajuste sazonal. Já no Brasil, o incremento foi de 0,8%. Os dados foram divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados mostram ainda que 25 das 27 unidades federativas registraram crescimento no volume de serviços no mesmo mês. Alguns dos destaques foram o Pará (8,7%), Distrito Federal (6,4%), Rio de Janeiro (2,4%), Paraná (1,4%) e São Paulo (1,1%). Já Pernambuco e Rondônia apresentaram números negativos (-0,7% e -0,4%, respectivamente).

PUBLICIDADE

O economista-chefe da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG), Guilherme Almeida, destaca que o número registrado no Estado em julho é um movimento que, ainda que seja tímido, é importante sob a ótica de que está havendo a interrupção de resultados negativos.

“O setor de serviços é importante porque contempla mais de 60% do PIB estadual e nacional. Essa relevância do setor está na geração de riquezas que ele confere”.

Panorama – Quando se compara o mês de julho deste ano com o mesmo período de 2018, o avanço registrado em Minas Gerais foi de 0,2%. No Brasil, o incremento foi de 1,8%, sendo que 15 unidades federativas mostraram expansão. A maior delas pôde ser vista em São Paulo (3,5%), cujo setor que mais teve crescimento no período foi o de informação e comunicação (8,7%). Outros destaques foram o Rio de Janeiro (1,6%), Santa Catarina (3,5%), Pernambuco (4,9%) e Mato Grosso do Sul (8,9%).

Em contrapartida, as maiores quedas vieram da Bahia (-5,0%), do Rio Grande do Sul (-3,0%) e do Mato Grosso (-5,2%).

Já no acumulado de janeiro a julho deste ano, Minas Gerais apresentou crescimento de 0,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Alguns dos destaques foram São Paulo (3,7%), Amazonas (3,8%), Santa Catarina (3,2%), e Pernambuco (2,0%).

No acumulado dos últimos 12 meses, em comparação ao mesmo período anterior, Minas Gerais registrou alta de 0,7%. São Paulo (3,8%) e Maranhão (3,0%) tiveram os números mais altos.

Perspectivas – Conforme destaca Guilherme Almeida, pelo fato de os serviços estarem relacionado às condições de outros segmentos, a recuperação é mais lenta. Portanto, para esperar o crescimento desse setor, é necessário haver condições favoráveis também de outros setores econômicos.

Os serviços prestados às famílias, por exemplo, segundo a pesquisa do IBGE, apresentaram incremento de 1,1% em julho em comparação com o mesmo mês do ano anterior, o que é um reflexo na melhoria do desemprego no Estado, salienta Guilherme Almeida.

Por outro lado, o setor de transportes apresentou queda de 4,6% no mesmo período. Esses números negativos, destaca o profissional, estão relacionados também aos impactos sofridos pela indústria extrativa após a tragédia em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Comércio – Já o volume de vendas do comércio varejista no Estado apresentou crescimento de 0,8% na passagem de junho para julho, na série com ajuste sazonal, de acordo também com os dados divulgados pelo IBGE. No Brasil, a variação foi de 1,0%.

Na variação acumulada no ano, porém, o Estado apresentou queda de 0,5%. Dessa forma, ressalta Guilherme Almeida, a melhoria pontual em julho é importante para que se possa reduzir os resultados negativos.

O economista da Fecomércio MG destaca, ainda, que o segundo semestre do ano traz mais benefícios para o setor, por contar com datas comemorativas muito importantes para o varejo. As expectativas, então, são de que haja ainda mais resultados positivos.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!