Cotação de 03/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1920

VENDA: R$5,1930

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1930

VENDA: R$5,3470

EURO

COMPRA: R$6,2205

VENDA: R$6,2217

OURO NY

U$1.810,36

OURO BM&F (g)

R$305,16 (g)

BOVESPA

+0,87

POUPANÇA

0,2446%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Finanças

Bolsa de valores tem queda de 1,93% puxada por ações de instituições financeiras

COMPARTILHE

Crédito: divulgação

São Paulo – A bolsa paulista fechou com o Ibovespa em queda ontem, com ações do setor financeiro entre as maiores pressões negativas, em pregão também marcado por expectativas para negociações comerciais entre Estados Unidos e China na semana.
Principal índice de ações brasileiro, o Ibovespa caiu 1,93%, a 100.572,77 pontos, menor fechamento desde 3 de setembro. O giro financeiro da sessão somou R$ 13,4 bilhões.

No exterior, reportagem de que Pequim estaria cada vez mais relutante a aceitar um acordo comercial amplo buscado pelo presidente norte-americano, Donald Trump, minou a confiança de investidores a poucos dias de nova rodada de conversas.

PUBLICIDADE

As negociações entre os dois gigantes econômicos estão marcadas para começarem na quinta-feira (10). Sinais contraditórios sobre o andamento das conversas têm adicionado volatilidade aos mercados e receios com a desaceleração da economia global.

“Existe grande incerteza em torno do resultado das conversas e os mercados deverão agir prontamente a qualquer novo desenvolvimento”, afirmou a Guide Investimentos.

“A expectativa que predomina é de mais uma semana de volatilidade … principalmente após dados de atividade terem decepcionado na semana passada e reforçado efeitos negativos do embate sobre a economia americana.”

Após o fechamento do pregão, Trump disse que há boa possibilidade de acordo comercial com a China, mas apuração exclusiva da Reuters mostrou que o Departamento Comercial dos EUA vai indicar 28 entidades comerciais e do governo da China em uma lista negra comercial. O departamento confirmou a informação.

Do cenário doméstico, profissionais do mercado financeiro citaram notícia publicada pelo Diário da Amazônia de que o ministro Paulo Guedes deve deixar o governo em fevereiro como fator que ajudou nas perdas. À Reuters, contudo, uma fonte da área econômica do governo negou a informação.

Dados disponibilizados pela B3 mostraram saída líquida de mais de R$ 4,38 bilhões do segmento Bovespa nos três primeiros pregões de outubro, reforçando o viés mais cauteloso no mercado secundário de ações no Brasil.

Uma série de ofertas de ações deve ser precificada neste mês, entre elas a da Vivara, nesta terça-feira (8), da Helbor, no dia 10, do Banco do Brasil, no dia 17, da C&A e do Banco BMG, dia 24.

Destaques – Banco do Brasil ON caiu 3,95%, em meio a uma oferta secundária de ações. No setor, Itaú Unibanco recuou 1,85%, BTG Pactual cedeu 2,18% e Santander Brasil caiu 2,24%.

Bradesco PN cedeu 0,64%, mesmo após o segundo maior banco privado do País anunciar proposta de dividendo extraordinário de R$ 8 bilhões, que será avaliada pelo conselho em reunião do próximo dia 17. “Muito positivo”, afirmou o analista Marcelo Telles, do Credit Suisse.

Eletrobras PNB e Eletrobras ON caíram 6,61% e 7,9%. No fim de semana, a Folha de S.Paulo noticiou que o governo enterrou de vez os planos de injetar R$ 3,5 bilhões para tornar a companhia mais atraente para investidores privados.

Vale ON desvalorizou-se 1,18%, descolada do movimento mais positivo de mineradoras no exterior.

Petrobras PN e Petrobras ON caíram 1,28% e 1,56%, respectivamente, apesar da alta dos preços do petróleo no mercado externo.

Câmbio – O dólar encerrou em alta contra o real, em dia de maior aversão a ativos de risco no exterior, com agentes do mercado monitorando o desenvolvimento das negociações comerciais EUA-China.

A moeda norte-americana fechou em R$ 4,1045, com valorização de 1,15%, maior alta desde 19 de setembro. Na máxima intradia, o dólar chegou a tocar R$ 4,1081 na venda. Na B3, o dólar futuro tinha alta de 1,18%, a R$ 4,1125. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!