Crédito: Divulgação

A previsão de instituições financeiras para a inflação este ano subiu. Calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a estimativa passou de 3,29% para 3,31%.

Para os anos seguintes não houve alterações nas projeções divulgadas pelo Banco Central (BC): 3,60%, em 2020, 3,75% em 2021, e 3,50% em 2022.

As previsões para 2019 e 2020 estão abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é 4,25% em 2019, 4% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

(Agência Brasil)