O Covid-19 desafiou grande parte das empresas brasileiras a se adaptarem à transformação digital e ao trabalho remoto, em um cenário de isolamento social, para minimizar os impactos da expansão da pandemia.

Em meio às incertezas generalizadas, as empresas precisaram se mobilizar para encontrar um caminho sustentável. Como parte de sua cultura de inovação, a Localiza construiu e implantou uma metodologia apoiada em seus valores e na liderança: Produtividade, Engajamento e Gestão – o PEG.

Com 90% dos colaboradores da companhia elegíveis para o trabalho remoto em casa (posições corporativas, de vendas e de central de atendimento), a metodologia surge da necessidade de assegurar o bem-estar dos colaboradores ao mesmo tempo em que pudesse viabilizar um trabalho de alta qualidade.

A partir da perspectiva de cuidado com o colaborador, a Localiza conseguiu promover um ambiente de alta performance e engajamento de forma remota. Os indicadores mostram que a companhia está no caminho certo e tem alcançado resultados extraordinários em todos os pilares do PEG.

Metodologia PEG – Produtividade, Engajamento e Gestão (PEG) formam os pilares da metodologia. A Localiza orientou sua liderança a organizar prioridades e agendas; definir planos de ações e medi-los em busca de melhoria contínua; e a ajudar a eliminar obstáculos nos processos.

Para isso, o engajamento da equipe à distância tem se mostrado decisivo ao fortalecer o sentimento de pertencimento, a saúde mental e incentivar o protagonismo nas atividades. A plataforma de educação Universidade Localiza disponibilizou 17 novos cursos on-line, 50 vídeos, 26 livros sobre temas relacionados ao PEG. Promoveu também lives sobre boas práticas no trabalho em casa, saúde mental e equilíbrio emocional, produtividade, gestão de equipes à distância e educação financeira. Tem buscado formas mais interativas e digitais para estímulo à participação dos colaboradores. A companhia transformou seu programa de atividade física, o Mobiliza, para a realidade do isolamento social com práticas e exercícios dentro de casa.

No pilar de gestão, a companhia orientou suas lideranças a organizar agendas e reuniões com a equipe, fazer alinhamentos diários e semanais e desdobrar com efetividade a comunicação com o time. Incentivou também a utilização das ferramentas disponíveis para facilitar a gestão e cascateamento de informações.

Resultados positivos – Tais medidas acabam resultando nos índices de produtividade. Uma pesquisa de produtividade autodeclarada, realizada mensalmente, apontou aumento de 17 p.p. Já o engajamento dos colaboradores teve um aumento significativo, considerando a aderência do time aos treinamentos da Universidade Localiza: em 2019 a plataforma teve uma média de cinco acessos por colaborador e em 2020, o número mais que dobrou, alcançando 11 acessos por pessoa.

O bem-estar da equipe também foi medido. O indicador dos que se declararam estar bem no trabalho remoto aumentou em 11 p.p do início abril até julho. Aqueles que indicam que não se sentem bem e se identificam são contatados pela equipe de assistência social da Companhia para os devidos cuidados e encaminhamentos.

O esforço de escutar os colaboradores e manter a comunicação efetiva permitiu à empresa, por meio de pesquisas periódicas, identificar colaboradores com dificuldades no trabalho remoto em função de mobiliário e internet adequados para o desenvolvimento de suas funções. A companhia, então, emprestou cerca de 600 cadeiras e 250 modems. No final de junho, 95% dos colaboradores afirmaram terem condições de trabalhar com qualidade em casa – 20 p.p a mais desde o início das ações do PEG.