COTAÇÃO DE 27/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3780

VENDA: R$5,3790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3130

VENDA: R$5,5370

EURO

COMPRA: R$6,2562

VENDA: R$6,2591

OURO NY

U$1.750,16

OURO BM&F (g)

R$300,91 (g)

BOVESPA

+0,27

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus livre Negócios

ArcelorMittal investe R$ 18 milhões em ações pelo País

COMPARTILHE

A ArcelorMittal investiu R$ 4 milhões no Hospital Margarida, em João Monlevade (MG) | Crédito: Divulgação/Arcelor

A ArcelorMittal está adotando uma série de ações de apoio à sociedade para reforçar o enfrentamento à pandemia do coronavírus no mundo e no Brasil. Além de iniciativas próprias destinadas às comunidades onde a empresa atua, a produtora de aço se uniu ao poder público, entidades de classe e outras companhias, integrando redes colaborativas para ajudar no combate à doença. Até o momento, a empresa investiu R$ 18 milhões em diversas ações pelo País.

Entre elas destacam-se investimento de R$ 4 milhões no Hospital Margarida, de João Monlevade (região Central de Minas Gerais); recuperação de ventiladores mecânicos em parceria com o Senai e outras grandes indústrias; construção do Laboratório Municipal de Biologia Molecular em Belo Horizonte para realização de testes do Covid-19; doação de materiais de higiene e insumos hospitalares nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Santa Catarina; apoio para à confecção de 150 mil máscaras para profissionais da área de saúde capixabas; além da compra de testes de identificação rápida do coronavírus.

PUBLICIDADE

“A ArcelorMittal está mobilizada no combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus tanto no mundo quanto no Brasil. É o momento de unirmos forças e trabalharmos em rede, colaborativamente. Estamos intensificando ações preventivas junto à sociedade, direcionando investimentos e compartilhando nossa experiência para ampliação do atendimento às pessoas afetadas pelo vírus”, afirma o CEO ArcelorMittal Aços Longos Latam, Jefferson De Paula.

“Desde o início do avanço do Covid-19, temos focado nossas ações na saúde e segurança dos empregados, parceiros e familiares, e contribuído com os esforços do poder público e de outras associações e entidades de classe. As ações estão alinhadas com as necessidades das comunidades e suportadas pela nossa expertise tecnológica. Cada um precisa fazer a sua parte e atuar em parceria, pois só assim iremos superar esta crise”, diz, o presidente da ArcelorMittal Brasil, Benjamin Baptista Filho.

Reparação de respiradores – Em Minas Gerais, a ArcelorMittal está atuando em conjunto com o Centro de Inovação e Tecnologia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e outras organizações para a recuperação de respiradores mecânicos parados em hospitais por falta de manutenção.

Dezoito engenheiros das áreas de eletrotécnica e eletromecânica foram cedidos pela empresa para trabalhar na reforma e na recuperação dos equipamentos, fundamentais no tratamento de pacientes com dificuldades respiratórias graves e utilizados em boa parte das pessoas que desenvolve os sintomas mais agudos do Covid-19. De um total de 65,4 mil equipamentos existentes no País, cerca de 5% (3.270) estão parados por falta de manutenção.

A reparação está sendo realizada nos laboratórios de eletrotécnica do Senai e de empresas parceiras. Os engenheiros da ArcelorMittal estão trabalhando conectados a uma rede de colaboração nacional, em um total de 25 pontos de coleta e manutenção dos equipamentos em 14 estados do Brasil. Os três primeiros respiradores consertados em Minas serão entregues ao Hospital Margarida, em João Monlevade, nesta semana.

Minas Gerais – A empresa está doando materiais hospitalares a nove prefeituras de Minas Gerais (Carbonita, Quartel Geral, Martinho Campos, Vazante, Bom Despacho, João Pinheiro, Dionísio, São José do Goiabal e Bela Vista de Minas), incluindo álcool em gel, álcool 70%, máscaras cirúrgicas, aventais, luvas, entre outros.

A ArcelorMittal está, ainda, doando 50 mil unidades de máscaras face shield (máscaras de acrílico que protegem todo o rosto contra respingos) a hospitais do Estado, produzidas em parceria com empreendedores locais, e realizou a compra de 50 mil testes rápidos e 20 mil testes PCR para serem aplicados em empregados, familiares e entregues às comunidades.

Além disso, a produtora de aço adquiriu 20 mil litros de álcool em gel para unidades da ArcelorMittal, destinados a empregados próprios, terceiros e caminhoneiros.

Aporte em hospital – A ArcelorMittal também está investindo R$ 4 milhões no Hospital Margarida, em João Monlevade, para aprimorar a infraestrutura de atendimento à saúde da população local.

Esse recurso permitirá a duplicação da UTI com 10 novos leitos e ventiladores, 16 novos leitos de enfermaria, pronto-atendimento exclusivo para triagem de casos suspeitos do Covid-19 com sete leitos e insumos básicos para o funcionamento do centro de saúde. O montante também viabilizará a aquisição de 3 mil testes de identificação rápida do coronavírus. Com a iniciativa, aproximadamente 140 mil pessoas serão beneficiadas.

Laboratório – Em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, a empresa está construindo o Laboratório Municipal de Biologia Molecular para realização de testes do Covid-19, ampliando a rede de diagnóstico e de controle da doença na cidade. O espaço foi disponibilizado pela Prefeitura e será totalmente reformado e equipado para a análise de Biologia Molecular.

Estima-se que o funcionamento ocorrerá na 2ª quinzena de maio. Além da oferta ampliada do exame, o novo laboratório ajudará a reduzir o do tempo de espera para o diagnóstico da doença. No local serão analisados os testes do tipo PCR, efetivo para identificação do vírus na fase inicial da doença.

Espírito Santo – A unidade da ArcelorMittal Tubarão, em Serra (ES), estruturou uma ação voltada especialmente para um dos grupos de maior vulnerabilidade ao vírus: os idosos. Em parceria com o Ministério Público do Espírito Santo, a empresa está doando kits de higiene pessoal e limpeza para Casas Lares de Serra e de Vitória.

Ao todo, cinco entidades serão contempladas, beneficiando 294 pessoas, entre idosos e funcionários. Outra ação é a doação, junto a uma rede colaborativa, de 150 mil máscaras para a Prefeitura de Serra e profissionais da área de saúde de todo o Espírito Santo, via governo do Estado.

A empresa também doou água mineral para o Hospital Irmandade Santa Casa de Misericórdia, em Vitória, e está produzindo internamente em seus laboratórios álcool glicerinado e antisséptico, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e Anvisa. A unidade tem capacidade de produzir até 180 litros por dia que atenderão ao uso interno, reduzindo a demanda no mercado formal.

Santa Catarina – Já a unidade de Vega, em São Francisco do Sul, aderiu a uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em uma parceria com o governo do Estado de Santa Catarina, e fez uma doação para o Fundo Empresarial para Reação Articulada de Santa Catarina contra o coronavírus (Fera).

A ideia é utilizar o montante arrecadado para a compra de equipamentos, como respiradores e materiais hospitalares. Outra ação é a parceira com a Secretaria Municipal de Saúde na qual empresa destinou oxímetros, álcool em gel e aventais descartáveis. A unidade também irá doar mobiliário e equipamentos hospitalares para a instalação de um hospital de campanha no município.

Além disso, entregou luvas nitrílicas (luvas médicas descartáveis) e álcool em gel para a Polícia Militar e materiais de higiene e limpeza para o Lar dos Idosos de São Francisco do Sul.

Campanha de arrecadação – A Fundação ArcelorMittal, por sua vez, lançou campanha voltada para empregados e familiares estimulando a doação de recursos a entidades sociais de atendimento à comunidade. Ao final da campanha, a empresa contribuirá doando o mesmo valor arrecadado.

A iniciativa vai permitir aos empregados se envolverem mais diretamente no esforço coletivo de combate à pandemia. Também foram convidados a participar fornecedores, clientes, amigos e comunidades onde a ArcelorMittal está presente. Outras informações no site.

Medidas preventivas – As unidades da ArcelorMittal em todo o mundo vêm adotando uma série de ações alinhadas à Organização Mundial de Saúde (OMS) e ao Poder Público, visando reduzir os riscos de transmissão da doença.

Dentre as medidas adotadas estão a suspensão de eventos externos, internos e atividades com aglomeração de pessoas; cancelamento de viagens a trabalho; regra de distância mínima interpessoal de 1,5 metro em todos os ambientes; orientação de afastamento social no âmbito pessoal; intensificação dos procedimentos de limpeza e higienização; e promoção de amplas campanhas internas orientativas.

A empresa também adotou o trabalho remoto para a maioria das funções administrativas como forma de diminuir o volume de circulação de pessoas em suas dependências. (Da Redação)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!