A mineira Sabrina Nunes já fez de tudo um pouco para conseguir dinheiro. O nome por trás da marca Francisca Joias, e-commerce que faturou mais de R$ 6 milhões e que conta com mais de 600 revendedoras espalhadas pelo Brasil, a empresária começou com muito pouco.

Nascida em Itinga, no norte de Minas Gerais, Sabrina se tornou empreendedora cedo vendendo picolés na zona rural da cidade. Sem muitas oportunidades na região a empreendedora recebeu uma proposta para trabalhar em um canavial de Maracaju (MS) e dos canaviais conseguiu um emprego de secretária na mesma empresa.

Após sete anos, já formada em Serviço Social, trabalhando como secretária, Sabrina conseguiu uma bolsa para estudar engenharia no Rio de Janeiro. Estudando longe de casa, a necessidade por uma renda extra fez com que a empresária procurasse uma atividade para complementar a renda. “Comprei R$ 50 em matéria-prima no centro do Rio de Janeiro, fiz bijuterias e comecei a vender meus produtos pela internet”, diz.

Assim nasceu a Francisca Joias que, inicialmente utilizada uma plataforma especializada em artesanato, joias e produtos criativos em geral para vender os produtos e tudo que ganhava era reinvestido. O próximo passo foi criar uma loja virtual própria para a marca e, de bijuterias compradas de terceiros, passou a oferecer semijoias desenhadas por ela.

De 2012 até agora, o empreendimento possui mais de 600 revendedoras espalhadas pelo Brasil, já ultrapassou a casa dos R$ 6 milhões em faturamento e conta com mais de 4 mil modelos disponíveis pelo e-commerce, que vende cerca de 12 mil peças por mês.

Para Sabrina Nunes, o principal diferencial da Francisca Jóias é o atendimento personalizado. “Um dos nossos pilares fundamentais é a atenção que damos para a cliente. Todos os contatos que recebemos são respondidos, por e-mail ou via redes sociais. Temos também cuidado com a experiência das consumidoras. Isso é importante, pois cativa a pessoa”, afirma a empresária.