COTAÇÃO DE 17/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2820

VENDA: R$5,2820

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3100

VENDA: R$5,4500

EURO

COMPRA: R$6,2293

VENDA: R$6,2322

OURO NY

U$1.754,86

OURO BM&F (g)

R$298,96 (g)

BOVESPA

-2,07

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Dia Internacional da Mulher livre Negócios

Fintech Bcredi empodera mulheres por meio do Pacto Global da ONU

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação/Blog Bcredi
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

A Bcredi, fintech concebida e guiada por uma mulher, assinou seu compromisso com o WEP – princípios do empoderamento feminino do Pacto Global da ONU Mulheres, que busca empoderar mais mulheres e promover a equidade de gênero nas atividades econômicas e sociais, estimulando lideranças e empresas a encabeçarem esse desenvolvimento.

A empresa, que hoje conta com mais de 140 funcionários (sendo 45% mulheres) tem como discurso prático a diversidade. “Costumo dizer que nosso propósito é genuíno e vem do coração, e isso se reflete na nossa operação, por isso um crescimento tão expressivo em tão pouco tempo e com tantas mulheres, inclusive nas posições de liderança e em setores como financeiro e tecnologia”, diz a cofundadora e CEO da Bcredi, Maria Teresa Fornea.

PUBLICIDADE

“Não queremos apenas surfar em ondas momentâneas, estamos publicamente comprometidos com a evolução das políticas e práticas da igualdade dentro de casa, tendo como base todo o conhecimento e experiência que a ONU possui, por isso nos tornamos signatários desse compromisso”, completa.

A oportunidade de participar do programa não gerou questionamentos e a possibilidade de impactar mais empresas foi também um motivo da participação. Além de integrante do time de empresas signatárias, a startup também vai abrir a casa para receber Tayná Leite, consultora da ONU Mulheres, para explicar quais são os princípios do programa e encabeçar um fórum aberto de discussão entre outras startups para que possam entender a importância de atenção aos princípios de igualdade.

Ao aderir ao programa, a Bcredi assume o compromisso com a agenda de empoderamento das mulheres e passa a fazer parte de uma rede global das Nações Unidas.

“Será um desafio muito interessante para nós. Eu, como homem e líder da área de Pessoas da Bcredi, me sinto lisonjeado em poder, ao lado de mulheres com propriedade no assunto, adaptar, criar e consolidar políticas e processos ainda mais inclusivos e diversos”, finaliza o diretor de pessoas da Bcredi, Carlos Eduardo Gonçalves.

Princípios da ONU para o Empoderamento das Mulheres

1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não-discriminação.
3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.
5. Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.
6. Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
7. Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

(Da Redação)

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!