O troféu da edição 2020 do Prêmio José Costa é uma criação do artista mineiro, internacionalmente reconhecido, Lúcio Ventania, que há 11 anos concebeu o Cerbambu (Centro de Referência do Bambu e das Tecnologias Sociais), localizado no distrito de Ravena, município de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O mestre bambuzeiro é também diretor da Bambuzeria Cruzeiro do Sul (Bamcrus), Organização Não Governamental que, desde 1999, dedica-se à ativação de processos de desenvolvimento sustentável com o bambu em mais de 50 comunidades, nas cinco regiões do País, com índices de vulnerabilidade social. A obra representa o Indivíduo, a Organização, o Mercado, a Sociedade e o Planeta todos conectados | Crédito: Maurício Pereira

Sob o mote de que “o ‘novo normal’ é não deixar ninguém para trás”, o Prêmio José Costa 2020 promete momentos de reconhecimento e reflexão, em vistas de um chamamento para a responsabilidade com a vida e com as escolhas de todos nós. Um convite para a articulação e a construção conjunta do futuro, em uma união intersetorial para o fortalecimento e resgate do protagonismo de Minas Gerais.

A definição é da presidente do DIÁRIO DO COMÉRCIO, Adriana Costa Muls, para quem, em momentos tão desafiadores como os atuais, reflexões e ações se fazem cada vez mais necessárias para a construção de um novo modelo econômico e social. Neste sentido, ela ressalta que o Prêmio José Costa, que chega à sua sétima edição, conclama a união dos setores, empresários, academia, ONGs, políticos, formadores de opinião, sociedade para uma discussão ampla e conjunta em favor de um novo ambiente de negócios, responsável e com a visão de futuro.

“Desta vez, o Prêmio, que será realizado nos dias 28 e 29 de outubro, será virtual, ampliando as possibilidades e a visibilidade de todos os reconhecimentos e reflexões. Tanto a plataforma digital quanto as premissas do Prêmio, reforçam o objetivo do DC em ser referência em jornalismo econômico inovador, propositivo e socialmente responsável para o fortalecimento da economia mineira”, explicou.

Parceria de sucesso – A sétima edição do Prêmio José Costa é uma realização do DIÁRIO DO COMÉRCIO, em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC), presente no evento desde a primeira edição, em 2007. Para o presidente executivo da Fundação, Antonio Batista da Silva Junior, essa trajetória conjunta acompanha o desenvolvimento do ambiente de negócios e a evolução da própria sociedade.

“O Prêmio antecipa reflexões críticas para o desenvolvimento econômico-social de Minas Gerais e, ao mesmo tempo, reconhece as melhores práticas como forma de estimular o desenvolvimento econômico e social do nosso Estado. A iniciativa ainda funciona como uma importante contribuição para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são um pacto global para criar um futuro sem que ninguém seja deixado para trás”, avaliou.

Para isso, conforme Silva Junior, são reconhecidas, a cada edição, as iniciativas alinhadas aos ODS e que fazem parte do Movimento Minas 2032, ação do DC que articula instituições e empresas de vários setores de Minas Gerais, com o objetivo de construção de um projeto de futuro.

“As indicações deste ano foram muito relevantes e potentes. Minas Gerais e as lideranças mineiras parecem estar conscientes da responsabilidade de construir um futuro com mais prosperidade econômica e inclusão social”, definiu.

O diretor executivo do Instituto Orior e membro do comitê organizador do Prêmio José Costa, Raimundo Soares, disse que a premiação vem sendo amadurecida nos últimos anos e a formatação adotada neste ano é bem adequada ao momento atual e às tendências que vieram para ficar.

“As crises impõem dificuldades, mas também oferecem algumas evoluções de posturas em termos sociais ou tecnológicos. Por isso, para esta edição, estabelecemos quesitos estruturantes para premiarmos organizações dos três setores e indivíduos que retratem a expressão de estrutura social, sem deixar de lado os desafios trazidos pela pandemia de Covid-19”, explicou.

O professor ressaltou, porém, que as abordagens do evento, seja no sentido de reflexão ou de reconhecimento, não levarão em conta os quesitos preestabelecidos apenas como visão de Estado. “O que desejamos trabalhar é Minas enquanto amostra de Brasil. E o Brasil enquanto amostra do mundo”, argumentou.

A programação da sétima edição do Prêmio José Costa, que conta com o patrocínio do BDMG, Cemig, Gerdau, AngloGold Ashanti, Pif Paf Alimentos, Uni-BH e Usiminas; apoio institucional da Fiemg e apoio do Instituto Orior, está disponível no link.

Categorias e indicados – Sobre a definição das categorias e dos indicados, baseados nos ODS e nas premissas do Movimento Minas 2032, Soares afirmou que o principal dilema está na compreensão de que os objetivos não estão em uma plataforma ou em um documento, mas dentro de cada pessoa.

“O desequilíbrio social, econômico ou ambiental está inserido dentro da gente. O desafio é, justamente, encontrar uma linguagem inteligível para que cada um perceba as transformações que deseja para o futuro”, completou.

Por fim, o professor lembrou que o Prêmio José Costa não é um ranking, mas, sim, um prêmio de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelas empresas e instituições. Conheça, a seguir, as categorias e os premiáveis do Prêmio José Costa 2020.

QUALIDADE AMBIENTAL

Água limpa nas vertentes Sicoob

O Sicoob Credivertentes vem realizando cercamentos. Atualmente são 8 km de nascentes na região de vertentes. Assim, consegue-se evitar o pisoteio de animais e o assoreamento de importantes fontes de água para as comunidades. As principais áreas beneficiadas até o momento formam: nascentes das sub-bacias dos rios do Peixe, Carandaí e das Mortes e todos afluentes da bacia do Rio Grande. São mais de 25 mil pessoas beneficiadas diretamente.

Plano diretor de águas da ArcelorMittal

Uma abordagem metodológica estabelecida nas usinas da ArcelorMittal no Brasil para direcionar a estratégia frente às mudanças de disponibilidade hídrica. O principal objetivo é garantir a segurança para as operações industriais e, ao mesmo tempo, reduzir os impactos decorrentes da captação de água para produção do aço nas bacias hidrográficas. A ArcelorMittal Brasil possui um dos mais altos índices de recirculação de água dentre as produtoras de aço brasileiras, de aproximadamente 98%.

Brigada 1

Organização não governamental que trabalha em parceria com entidades diversas, de forma coordenada e em rigorosa observância de procedimentos de segurança. Os voluntários são homens e mulheres, maiores de 18 anos, com as mais variadas formações étnico-culturais e profissionais, que se empenham, contribuindo direta e indiretamente na prevenção e no combate aos incêndios florestais, de acordo com a exigência de cada função a ser exercida.

QUALIDADE DA CIDADANIA

José Anchieta da Silva

Advogado e Vice-Presidente da ACMinas, redigiu o Pacto Nacional da entidade enviada ao Presidente da República. Convidado pela Academia Mineira de Letras para falar de assuntos como o enfrentamento nos conflitos das emboabas, sedição de Vila Rica, Inconfidência Mineira e a construção da mineiridade.

Cooperativa de Crédito Sicoob Credimonte

Instalação de um posto de atendimento bancário na favela Alto Vera Cruz. A cooperativa está resolvendo uma questão social antiga, que é a exclusão financeira dessa população. Também se tornou um agente de financiamento para microempreendedores da região e uma propulsora de educação financeira.

Cooperativa Dedo De Gente

Cooperativa de jovens artesãos, que ao longo de sua existência vem gerando possibilidades inovadoras de desenvolvimento humano e profissional para jovens do Sertão de Minas.

Fiemg/Senai

Projeto Inspirar – Mais de 700 voluntários de uma rede coordenada pela Fiemg/Senai consertaram, gratuitamente, cerca de 2 mil respiradores desde o início da pandemia. O projeto é uma parceria de 28 instituições e empresas. Os equipamentos foram recuperados e devolvidos a instituições de saúde em 24 estados e também no Distrito Federal. São 1.600 equipamentos distribuídos a hospitais e municípios, de acordo com critérios técnicos definidos pela SES.

Programa Rua do Respeito

Irmã Cristina Bove Roletti, coordenadora da Pastoral de Rua de BH, representa a Rua do Respeito, que reúne Ministério Público, Tribunal de Justiça, Governo e Prefeitura de Belo Horizonte, Servas e outras instituições em torno de um objetivo comum: transformar, através do respeito e de ações práticas, a vida de quem mora nas ruas das cidades mineiras.

Programa de Diversidade e Inclusão – ArcelorMittal

Lançado em junho de 2019, reforça o compromisso da empresa de garantir que todos os empregados sejam respeitados e valorizados em suas individualidades e de colaborar com a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Para implementação do programa, foram criados grupos de afinidade que trabalham quatro dimensões da diversidade – Equidade de Gênero, Diversidade Racial, Pessoa com Deficiência (PCDs) e LGBTI+.

Prêmio Bom Exemplo

Mais de 200 ações cidadãs e solidárias realizadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte foram inscritas em 2019 no concurso. O prêmio, que já está sua décima edição, é uma parceria entre o jornal “O Tempo”, a “TV Globo”, a Fundação Dom Cabral e a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

Maria da Penha

Líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres, vítima emblemática da violência doméstica. Em 7 de agosto de 2006, foi sancionada a lei que leva seu nome: a Lei Maria da Penha, importante ferramenta legislativa no combate à violência doméstica e familiar contra mulheres no Brasil. É fundadora do Instituto Maria da Penha, uma ONG sem fins lucrativos que luta contra a violência doméstica contra a mulher.

Inumeráveis

Um memorial dedicado à história de cada uma das vítimas do novo coronavírus no Brasil. Uma celebração de cada vida que existiu e que existe, e de como podemos entrelaçá-las para construir memória, afeto, respeito e futuro. Em 2020, o mundo vem sendo duramente atingido pelo novo coronavírus. Como em todas as pandemias, pessoas tornaram-se números. Estatísticas são necessárias. Mas palavras também.

Rádio Favela

Inicialmente a intenção era ter um espaço para divulgar música e cultura negra. Mas os integrantes da Rádio Favela queriam mais. Começaram a falar da discriminação contra os moradores da favela. A conscientização da comunidade quanto aos problemas relacionados à violência a as drogas era uma meta. Assim, entra no ar, no ano de 1981 a Rádio Favela.

QUALIDADE DA CULTURA E EDUCAÇÃO

Luziana Lanna

Há quase 40 anos no mercado, Luziana Lanna criou a escola de idiomas e revolucionou a educação de línguas não só em Minas Gerais, mas no Brasil. Possui mais de 30 unidades em Belo Horizonte e região metropolitana, interior de Minas Gerais e de São Paulo.

Helena Neiva

Presidente da Fundação Pitágoras – braço social do grupo Kroton. Indicada pelo brilhante trabalho na área da educação (Aliança pela Educação e foco na primeira infância) e com o projeto Aliança por Brumadinho (recuperação da autoestima e economia do município).

Cooperativa Educacional de São Roque Minas

Com um modelo de ensino inovador, pautado em valores Cooperativistas e Empreendedores, a ideia era formar cidadãos, com excelência no ensino e que permanecessem na cidade. Os resultados são percebidos no comportamento dos alunos: críticos, responsáveis e cidadãos, que permanecem na cidade para alavancar seus próprios negócios.

Sicoob Saromcredi

A cooperativa vem transformando o município de São Roque de Minas, reconhecido pelo potencial gastronômico e cultural. Houve a criação do Viveiro de Mudas de Café, incentivo à criação da Associação Comercial e Empresarial, criação do Provedor de Internet, capacitação de Professores com Meios Digitais, criação da Associação dos Produtores de Queijo da Serra da Canastra.

Valorização da educação, da cultura e da arte

A partir de um projeto inicial de voluntariado, a Cooperativa de Crédito Sicoob Coopemeta iniciou em 2017 a formação de um coral infantojuvenil, visando à ocupação do horário de 30 crianças e jovens, no contra turno das aulas, com turmas de canto-coral. Hoje são 300 crianças e jovens que têm aulas gratuitas de canto, instrumentos musicais, teatro, dança e artes plásticas, em Cataguases.

Cooperativa Dedo de Gente

Esta iniciativa de desenvolvimento humano e profissional de jovens artesãos do sertão foi criada em 1996, em Curvelo, reunindo fabriquetas de produção artesanal solidária, formadas por jovens da cidade. Essas fabriquetas são resultado de um processo educativo iniciado em 1984 pelo CPCD – Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento que promove a educação popular e o desenvolvimento comunitário a partir da cultura.

Instituto Unimed

O Instituto Unimed-BH é uma associação sem fins lucrativos que desenvolve ações para ampliar o acesso à cultura, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Fomenta a geração de trabalho e renda em BH e entorno, viabilizando projetos socioculturais para a comunidade, além de realizar trabalhos em escolas públicas, visando promover a inclusão social, a sensibilidade para a cultura e arte.

Instituto Ramacrisna

Há seis décadas, transforma a vida de crianças, jovens e famílias por meio da profissionalização, aprendizagem e promoção de oficinas. Além de complementar a educação escolar, essas atividades apresentam o mundo da tecnologia, esportes e cultura, sempre despertando a percepção do potencial presente em cada um e seu valor perante a sociedade. Um trabalho que já impactou a vida de quase dois milhões de pessoas de 12 cidades da Grande BH.

GERAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE RIQUEZAS

Fundação Dom Cabral

A Fundação Dom Cabral (FDC) já mobiliza a sua rede gigantesca de parceiros, alunos e ex-alunos no movimento Em:frente. O projeto tem como meta alcançar um milhão de empreendedores populares. O Em:frente está baseado sobre os pilares: rede de voluntários, conteúdo, ferramentas simples e dicas para os negócios.

Cledorvino Belini

Dirige o Minas Pela Paz, Oscip criada a partir da iniciativa da Fiemg e das maiores empresas do Estado com o objetivo de contribuir com o governo no sentido de combater a violência, reduzir a criminalidade e promover a inclusão social por meio da educação. A instituição elabora, propõe e implementa soluções viáveis, com uma abordagem empresarial.

Cooperativa Dedo De Gente

Cooperativa de jovens artesãos que vem gerando possibilidades inovadoras de desenvolvimento humano e profissional para jovens artesãos do Sertão de Minas. Comprometidos com valores culturais e ambientais e tendo como fonte de inspiração o sertão de Minas, eles produzem artesanato em ferro, madeira, papel e papelão além de geleias, doces e licores artesanais.

Cooperativa Social

A Cooperárvore do programa Árvore da Vida, idealizado pela Fiat Automóveis em parceria com as ONGs Fundação AVSI e CDM. Um dos eixos do programa é geração de renda. A cooperativa cria produtos que aliam funcionalidade e beleza em peças diferenciadas a partir de materiais disponibilizados pela Ilha Ecológica da Fiat e seus fornecedores, como cintos de segurança e tecidos automotivos.

Rick Chester

Com 1,1 milhão de seguidores no Instagram, 193 mil inscritos no canal do Youtube e um livro nas livrarias, Rick Chesther se tornou um fenômeno. Além de conquistar fãs e contratos para propagandas de empresas, palestrou em Harvard e se tornou embaixador da Brilive. Isso tudo após postar um vídeo de apenas 1 minuto que se espalhou pelo País.

Geraldo Rufino

Criado na favela do Sapé, em São Paulo, Geraldo Rufino é fundador da JR Diesel, a maior empresa da América Latina em reciclagem e desmontagem de veículos. Nascido no Estado de Minas Gerais, ainda criança, recolhia latinhas. Atualmente, a JR Diesel fatura anualmente R$ 50 milhões.

Magazine Luiza

O Magazine Luiza, ao contrário da maioria das empresas varejistas, conseguiu aumentar suas vendas durante a pandemia. A empresa também criou o “Parceiro Magalu”, uma plataforma digital de vendas que está ajudando micro e pequenos varejistas e profissionais autônomos a manter seus negócios.

QUALIDADE DE VIDA

AngloGold Ashanti

Instituições parceiras, como APACs, receberam recursos para produzir máscaras de proteção contra o novo coronavírus. Além das doações já realizadas de R$ 1,5 milhão, a AngloGold investiu R$ 110 mil, para a confecção de 42 mil unidades, distribuídas nos estados de Minas Gerais e Goiás, em unidades de atendimento médico do sistema público dos municípios onde a mineradora atua. Também realizou a Startup Hunting para investir em projetos que influenciam a redução da taxa de contaminação de funcionários e colaboradores também fora do horário de trabalho.

Sesc

Preocupado em desacelerar a pandemia, lançou a iniciativa #proteçãoparatodos. Produziu 12.690 máscaras, distribuídas gratuitamente entre instituições parceiras. Em BH, formalizou parceria com a prefeitura para receber, na unidade Venda Nova, moradores em situação de rua com sintomas ou infectados pelo coronavírus. Foram disponibilizados 260 chalés. Além disso, o programa de segurança alimentar e nutricional Mesa Brasil Sesc, tem formalizado parcerias com artistas de todo o país para arrecadar doações durante lives.

Karla Giacomin

A geriatra coordenou a produção do e-book “Instituições de Longa Permanência para Idosos e o enfrentamento da pandemia de Covid-19: subsídios para a Comissão de Defesa dos Direitos do Idoso da Câmara Federal”. Este material está servindo de subsídio para gestores públicos e profissionais no cuidado a idosos institucionalizados, em todo o País. As ILLPI são oferecidas para pessoas com 60 anos ou mais, de ambos os sexos, que não dispõem de condições para permanecer na família.

Samuel Flam

Graduado pela Faculdade de Medicina da UFMG em 1978, Samuel Flam atua em consultório desde 1980. Sua experiência em gestão de cooperativas se iniciou à frente da Diretoria Financeira da HCCoop. Foi conselheiro de Administração da Unimed-BH e Presidente da Credicom. Em 2012, Samuel Flam foi diretor Financeiro e Comercial da Cecremge, integra o Conselho de Administração da Ocemg e é diretor-presidente da Unimed-BH desde 2014. Com a pandemia de Covid-19, a Unimed-BH estabeleceu diversas ações e lançou serviços inovadores.

Unimed-BH

A Cooperativa de Trabalho Médico Unimed-BH, à frente do modelo de gestão e durante período de pandemia, teve a atuação de todos os cooperados e novos serviços implantados, que foram fundamentais para a manutenção de vida de grande parte da população de Minas Gerais. Por meio de parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, prestou orientações de prevenção e tratamento, tanto para seus clientes, quanto para os demais cidadãos de Belo Horizonte, conforme demanda, prestando, assim, um serviço essencial para toda a comunidade da capital mineira e seu entorno.

CDM

A Cooperação para o Desenvolvimento e Morada Humana é uma organização sem fins lucrativos, que concretiza sua missão através da realização de serviços sociais especializados, alinhados com demandas de empresas, órgãos públicos e territórios onde intervêm, visando criar valor compartilhado. Sua atuação concentra atividades voltadas para: sustentabilidade e relacionamento comunitário, voluntariado corporativo e eficiência energética. Destaca-se como instituição pioneira, com atuação dentro e fora do País.

Providens

Ação Social Arquidiocesana e uma organização sem fins econômicos que presta atendimento nas áreas de serviços sócio-assistenciais, saúde, educação, habitação, geração de renda e inserção no mercado de trabalho, de forma gratuita e continuada, vinculada à Arquidiocese de Belo Horizonte, mantida por meio de convênios e projetos com o setor público e privado, campanhas e aporte de recursos pela mantenedora.

Meninas de Sinhá

O grupo cultural Meninas de Sinhá, formado por mulheres do bairro Alto Vera Cruz, bastante conhecido culturalmente e por seu compromisso social na periferia de Belo Horizonte, nasceu de encontros sociais em 1989. Idealizado por Dona Valdete Cordeiro, que se preocupava com suas vizinhas usuárias de fortes medicamentos para depressão. É formado por mulheres com idade entre 54 e 95 anos que resgatam músicas, brincadeiras e cantigas de roda como forma de compartilhar experiências e elevar a autoestima de suas integrantes, demonstrando toda sua força e potencial.

Associação Paulo de Tarso

 Instituição filantrópica que nasceu há mais de 40 anos e atende milhares de pessoas carentes em duas unidades operacionais: Paulo de Tarso – Hospital de Cuidados Prolongados, que é referência no atendimento a pacientes em reabilitação, crônicos, geriatria e em fase de cuidados paliativos, e o Paulo de Tarso – Centro Assistencial, que atende crianças com necessidades especiais e portadoras de síndromes raras.

Gerônimo Pires (in memoriam)

Depois de três semanas de internação na UTI do Hospital Júlia Kubitschek, o técnico de enfermagem Gerônimo Batista Pires morreu, vítima de coronavirus, no dia 26 julho de 2020.  No dia 28 de junho, oito pacientes com quadro de infecção pelo novo coronavírus chegaram a aguardar por mais de 12 horas até a liberação de leitos de terapia intensiva, na UPA Barreiro, local e dia em que trabalhou Gerônimo. Ele foi o primeiro caso de morte de profissional da saúde por conta da Covid-19 em Belo Horizonte.

Milton Nascimento

Grande artista mineiro, selecionado para representar a fundamental atuação de todos os artistas brasileiros no período de pandemia do novo coronavírus, em especial após o reconhecimento de estado de calamidade pública, a partir de abril de 2020. Bituca está em isolamento social na cidade de Juiz de Fora, de onde vem produzindo intenso conteúdo para as redes sociais, incluindo gravações com violão, sanfona e piano.

PRODUÇÃO RESPONSÁVEL E COMPETITIVIDADE

#NãoDemita

A iniciativa reúne empresas dispostas a assumir o compromisso público de preservar seu quadro de funcionários, sem demissões, em meio a este período de turbulência. Entre as que assinaram o manifesto estão: Accenture, Alpargatas, Ânima Educação, BR Distribuidora, BR Partners, BRF, BTG Pactual, Banco Inter, Bradesco, CI&T, Camil, Cyrela, Dasa, Grupo Pão de Açúcar, Itaú Unibanco, J. Macêdo, JBS, Log Commercial Properties, Lojas Renner, MRV Engenharia, Magazine Luiza, Microsoft, Natura, O Boticário, PWC, Porto Seguro, Rodobens, Sapore, Stefanini, Suzano, Unipar, Vivo, WEG e XP.

Fecomércio-MG

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais oferece assessorias, capacitações e serviços aos sindicatos e empresários mineiros com o objetivo de minimizar os impactos financeiros causados pelo novo coronavírus no Brasil. As ações são gratuitas e feitas por meio do projeto “Fecomércio em Conexão”, com a contribuição de empresas parceiras e setores da Federação. A entidade ainda se propôs discutir temas relevantes acerca das consequências das medidas de restrição e circulação de pessoas recomendadas pelas autoridades sanitárias, como forma de conter o avanço da pandemia no País.

Sistema Unimed

Conta atualmente com 127 hospitais em sua rede própria, com 10.644 leitos – sendo 2.168 leitos de UTIs. Para gerenciá-los de maneira ágil e eficiente durante a pandemia, a Unimed do Brasil criou, em parceria com a Unimed Santa Catarina, a Central de Leitos. Essa Central, que já se encontra em funcionamento, está localizada em Joinville (SC) e está estruturada para ajudar, durante a pandemia, as cooperativas na busca por vagas de internação nos hospitais próprios do Sistema Unimed, fazendo a interface das necessidades e disponibilidades para a transferência de pacientes 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Cooperativa Sicoob Aracoop

Desenvolvimento da Cadeia Produtiva de Tilápia de Morada Nova de Minas. A piscicultura vem se consolidando como uma importante atividade econômica na agropecuária de Minas Gerais, na qual a tilápia é a espécie mais cultivada com 94% do total de peixes produzidos. A cooperativa vem, desde 2018, organizando a cadeia produtiva de tilápia em Morada Nova: todos os processos estão reestudados e refeitos. Os resultados são visíveis: aumento no volume de negócios, otimização do manejo, eventos culturais na cidade, eventos educacionais de reconhecimento da cultura local nas escolas e outros.

QUALIDADE DA DEMOCRACIA

Charles Lotfi

Grande líder mineiro, um brasileiro nascido em Corumbá e radicado em Belo Horizonte. As atividades como empresário o levaram a ocupar a direção da ACMinas, da qual foi presidente entre 2006 e 2011. Participou da fundação da Abraço, a Associação Brasileira Comunitária para a Prevenção do Abuso de Drogas. Destacou-se ainda por militar pela causa libanesa. Foi um dos criadores e presidente da Confelibra, a Confederação Nacional das Entidades Líbano-Brasileiras. Nesse trabalho, percorreu todo o Brasil, incentivando os descendentes libaneses a se reunir em torno de temas como as relações do Líbano com Israel, Brasil e Síria.

Programa de Integridade ArcelorMittal

Instituído em 2007, é pautado nas melhores práticas internacionais e aplicável a todas as empresas do grupo, visa sistematizar ações voltadas a estimular uma cultura corporativa ética mundial que atenda às expectativas da nova dinâmica social. Sua premissa é manter a organização em total alinhamento com as melhores práticas de governança e compliance e, ao mesmo tempo, usar sua liderança e presença em mais de 60 países para promover o comportamento ético, justo e igualitário, dentro e fora da empresa. Essa cultura baseia-se em três pilares: honestidade e transparência, respeito e dignidade e exemplaridade.

Rede Globo

Ao lado de todas as emissora   s jornalísticas do mundo, o jornalismo da Globo recebeu o prêmio International Honour for Excellence, na IBC2020, a mais influente convenção da indústria de mídia, entretenimento e tecnologia no mundo. O prêmio foi dedicado aos veículos de comunicação pela cobertura do novo coronavírus. Em 2020, o trabalho dos jornalistas foi fundamental para informar e educar a população sobre a Covid-19, enquanto operavam com dificuldades pelo distanciamento social. A suspensão das novelas por medida de segurança, aumento dos jornalísticos na programação e aparição pioneira de repórteres usando máscaras em frente às câmeras foram premiados.

Observatório Social do Brasil

O primeiro Observatório Social foi criado no ano de 2006, quando organizações da sociedade civil do município de Maringá, lideradas pela Associação Comercial, resolveram agir para cuidar da qualidade da aplicação dos recursos públicos. Foi criada uma ferramenta de controle social sobre os gastos públicos, chamada de Observatório Social de Maringá. Pela atuação no acompanhamento das licitações e dos principais contratos públicos, o município proporcionou a economia de, somente no primeiro ano de atuação, mais de R$ 9 milhões. O resultado passou a motivar entidades civis de outros municípios a adotarem a metodologia de trabalho dos OS.

ArcelorMittal

Indicada em diversas categorias, entre os projetos indicados está o Programa de Diversidade e inclusão, com o objetivo de garantir direitos de equidade de gênero, diversidade racial, pessoas com
deficiência e LGBTI+. Também foram indicados o Programa de integridade, o Plano diretor de
águas e as ações o açolab e ino.vc – busca de soluções inovadoras, através de financiamento e redes colaborativas.

QUALIDADE DA INOVAÇÃO E PRODUÇÃO TECNOLÓGICA

Fapemig

Neste período de pandemia, a Fapemig teve papel fundamental no financiamento de pesquisas que possibilitaram uma melhor compreensão do vírus, sua detecção e combate. Fomenta pesquisas ligadas a vacinas, testes rápidos e detecção do vírus, lançando inclusive edital próprio para estas finalidades.

Evaldo Ferreira Vilela

A pandemia do novo coronavírus evidenciou a importância do investimento em ciência. E o professor Evaldo Ferreira Vilela enfrentou os desafios da pesquisa científica brasileira e assumiu, em abril, em meio ao enfrentamento da pandemia no País, a presidência do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, (CNPq).

Cecremge

As cooperativas filiadas têm avançado no implemento de boas práticas de TI, mas são avanços não compartilhados. Foi instituído, então, o Grupo de Estudos para os profissionais da área de TI do Sicoob Sistema Cecremge, para acelerar a aprendizagem e potencializar a adoção de melhores práticas no ambiente de TI das cooperativas de crédito.

Café Cooxupé

A Cooperativa de Café Cooxupé implantou uma selecionadora eletrônica de café que retira grãos defeituosos, impactando na redução custo do processo e mais produtividade. A cooperativa congrega mais de 15 mil cooperados, 75% oriundos da agricultura familiar ou pequenos produtores, gerando trabalho, renda e dignidade para as famílias permanecerem no campo.

Consultas virtuais Unimed-BH

Lançado no dia 18 de março, cerca de 180 médicos treinados participam do atendimento a clientes com suspeita do novo coronavírus. A plataforma da consulta on-line também está disponível para médicos cooperados de diversas especialidades. A medida foi adotada para diminuir o risco de contaminação e reduzir o tempo de espera dos atendimentos urgentes.

Açolab e Ino.Vc

A inovação está no DNA da ArcelorMittal, que busca agregar mais valor aos empregados, clientes, parceiros, comunidade e todos os públicos com os quais se relaciona. O Açolab já estabeleceu mais de 1,5 mil conexões com startups, universidades, centros de pesquisa e outras instituições públicas e privadas, fomentando a criação de ecossistemas de inovação.

UFMG – CooLabs

Fortalecer o acesso dos diversos setores da sociedade à sua estrutura de pesquisa e ao conhecimento técnico-científico gerado na universidade é o objetivo central do programa Cooperativa de Laboratórios (Coolabs), lançado e 2020 pela UFMG. Por meio do Coolabs, presta serviços à sociedade, organizando as estruturas de pesquisa para finalidades específicas.