DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2090

VENDA: R$5,2100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1800

VENDA: R$5,3600

EURO

COMPRA: R$6,0756

VENDA: R$6,0768

OURO NY

U$1.813,62

OURO BM&F (g)

R$300,00 (g)

BOVESPA

-3,08

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque

Redes que oferecem medicamentos a preços populares crescem 44,52% em janeiro

COMPARTILHE

Crédito: Arquivo/Agência Brasil Usada em 29-08-19

Modelo relativamente recente, as farmácias populares priorizam o custo baixo dos produtos para atrair o público.

Essa alternativa vem conquistando rapidamente os consumidores e o principal exemplo desse sucesso é o modelo de negócios de redes administradas pela Farmarcas que tem crescido em todo o País, provando que as farmácias associativistas não só podem disputar o mercado de igual para igual com o resto do mercado, como podem se destacar com números muito acima da média.

PUBLICIDADE

Somando as 822 lojas das redes populares Ultra Popular, Super Popular e Maxi Popular, o índice de crescimento orgânico no faturamento é de 44,52% na soma dos valores dos 12 últimos meses findados em janeiro de 2020, comparado com um igual período do ano anterior.

O montante alcançado foi de R$ 2,5 bilhões, frente ao período anterior, quando o faturamento foi de R$ 1,75 bilhões. Esses números resultam da soma do aumento do faturamento individual das lojas e do crescimento no número das lojas.

O mais relevante para as farmácias do modelo popular ligadas à Farmarcas é a conquista de mercados estratégicos que pareciam muito complexos pela distância geográfica.

“O modelo possibilita aos pequenos empresários se associarem e captarem ótimos resultados por meio de compartilhamento de ferramentas modernas de gestão e de compras coletivas. É importante destacar que o grande diferencial é a capacitação constante dos empresários e funcionários das lojas”, explica o diretor geral da Farmarcas, Paulo Costa.

Assim, o grande destaque é o suporte na gestão, dado pelos chamados “anjos”, que são profissionais especializados que acompanham de perto o dia a dia da empresa e seus resultados.

“Funciona como se as farmácias tivessem uma consultoria particular. No dia a dia do negócio, muitos administradores deixam passar decisões que são importantes para o resultado do negócio, mas os anjos estão atentos justamente para alertá-los”, explica o presidente Edison Tamascia.

Modelo – Com foco principal nos preços, os empresários trabalham para ter o melhor preço da região e para a farmácia ser considerada econômica pelo consumidor.

Essa definição no modelo de negócios faz com que os genéricos sejam a melhor opção estratégica. Dessa maneira é possível utilizar comunicação específica para esse tipo de produto e se tornar referência para o consumidor.

Outra característica é que, para reduzir os custos com funcionários, nas farmácias de modelo popular, o próprio atendente faz a cobrança no balcão. Isso também é positivo por permitir que a loja tenha mais espaço para exposição de produtos.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!