COTAÇÃO DE 26-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4400

VENDA: R$5,4410

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4570

VENDA: R$5,5870

EURO

COMPRA: R$6,1271

VENDA: R$6,1288

OURO NY

U$1.816,48

OURO BM&F (g)

R$319,89 (g)

BOVESPA

+0,98

POUPANÇA

0,6443%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

livre Negócios Negócios-destaque
" "
Crédito: TeroVesalainen/Pixabay

Durante a quarentena, muitas empresas estão fechadas e vulneráveis a roubos e arrombamentos. Neste momento, não investir em segurança eletrônica pode custar a paz de quem é proprietário e precisa ficar em casa.

“A falta de segurança é uma realidade no Brasil e, cada vez mais, as empresas se conscientizam que resguardar é a melhor maneira de proteger, principalmente agora, em que as empresas estão praticamente vazias”, ressalta o consultor da Templuz, empresa pertencente ao Grupo Loja Elétrica, Tiago Matos. Essa é também a orientação da Polícia Militar, que sugere à população manter a fiscalização eletrônica e medidas de autoproteção.

PUBLICIDADE




O consultor ainda explica que, durante a pandemia atual, muitos proprietários apostam em medidas práticas e mais econômicas. Hoje, todos os sistemas oferecidos no mercado têm soluções on-line. Ou seja, por meio de app e em casa, é possível monitorar, em tempo real, todo o circuito de segurança da empresa. “Acredito que essa é uma boa opção. Porque, mesmo sem sair de casa, o proprietário consegue monitorar a empresa”, comenta Matos.

Entre as soluções mais procuradas estão as de videomonitoramento e sistemas de alarmes de intrusão, que, segundo o professor e engenheiro eletricista do Grupo Loja Elétrica, João Carlos Lima, “são recursos que ajudam a inibir, em muitos casos, situações de invasão, roubos, etc”.

Atendimento on-line – No momento, a Templuz tem realizado atendimentos e consultorias on-line. “Continuamos com os serviços habituais inalterados, apenas migramos para o on-line a fim de continuar atendendo nossos clientes, auxiliando-os no que for necessário”, comenta a gerente, Paola Duarte.

Como já era previsto, durante esse período, a Templuz apresentou alta demanda por delivery, “a maioria dos nossos produtos é de infraestrutura e segurança. O nosso grande diferencial é que temos estoque para trabalhar com pronta entrega”, explica a gerente.




Os clientes podem comprar ou solicitar orçamentos pelos canais: templuz@templuz.com; Whatsapp: (31) 9-9902-5208 ou pelo telefone.: (31) 3218-8881. Alguns produtos também estão disponíveis para compra on-line no site casoca.com.br. Horários de atendimento on-line: de segunda à sexta, de 9h às 18h, e aos sábados de 9h às 13h. (Da Redação)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!