COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Opinião

O impacto do 5G no setor logístico brasileiro e sua aplicabilidade

COMPARTILHE

Crédito: Tingshu Wang/Reuters

Diferentemente do que aconteceu com o 2G, 3G e o 4G, a quinta geração das telecomunicações promete transformações realmente revolucionárias e permitirá um novo olhar para as conexões, especialmente devido a maior velocidade de transferência de dados (podendo chegar a 20 Gbps), baixa latência (de apenas 1 ms), maior capacidade de dispositivos conectados (até 1 milhão de aparelhos) e conexões mais estáveis. A expectativa é que, nos próximos cinco anos, a nova tecnologia traga impactos profundos para diversos setores do nosso País.

Soluções mais conectadas, que demandam uma alta capacidade de dados, se beneficiarão – e muito – desse tipo de conexão e a Internet das Coisas (IoT) é um grande exemplo disso.

PUBLICIDADE

Ter uma rede de dispositivos conectada com funções que cubram diversas necessidades permitirá que uma nova gama de soluções e inovações possa ser desenvolvida, além do pleno funcionamento e melhorias das tecnologias atualmente disponíveis.

No setor logístico, o 5G abre um leque de possibilidades, quando pensamos em tecnologias que facilitem, por exemplo, o dia a dia de embarcadores, transportadores e motoristas, que vai desde o acompanhamento em tempo real de processos de carregamento e descarregamento, integridade da carga para embarcadores, até melhores possibilidades de redução burocrática para motoristas, com processos mais digitais, equipamentos em nuvem, conectados 24 horas por dia, fornecendo informações e monitoramento para otimizar cada vez mais todo o setor. Sistemas em Nuvem? Já temos! Mas, agora, veículos, como caminhões, com dados em tempo real sobre sua operacionalização, velocidades e trajetos, terão cada vez mais espaço no mercado.

É o caso do Hazard Light Alert, que permite uma conexão entre dispositivos – geralmente carros e caminhões – para prevenir ou até evitar acidentes. A tecnologia envia alertas para outros veículos caso haja algum acidente, obstruções ou em áreas em que a direção possa ficar comprometida. Esse é um exemplo de sistema em nuvem que trabalha com dispositivos que possuem um impacto direto no dia a dia nas estradas.

O fato é que o 5G é uma tecnologia que poderá operar na infraestrutura de torres existentes e, como trabalhará em uma baixa frequência, não precisará ter tantas antenas instaladas como o 3G, então entendemos que o avanço será mais rápido.

Dessa forma, todos teremos resultados mais rápido, seja na logística até procedimentos mais complexos a distância, como direção automática, inteligência com processamento em tempo real, tanto para a agricultura/agronegócio, indústria, cidades inteligentes e todos os que poderão ser atingidos e beneficiados pelas possibilidades que ela oferece.

O 5G está aí para ser explorado e dominado por aqueles que querem ser os protagonistas dessa nova fase da história da tecnologia. Você está pronto? Então, vamos juntos!

*Fundador e CEO da CargOn e professor do MBA em Transporte Rodoviário de Cargas (TRC) da Fetrancesc com a Católica de Santa Catarina – Centro Universitário
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!