COTAÇÃO DE 18/06/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,0680

VENDA: R$5,0690

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,0370

VENDA: R$5,2330

EURO

COMPRA: R$5,9716

VENDA: R$5,9733

OURO NY

U$1.764,31

OURO BM&F (g)

R$286,98 (g)

BOVESPA

+0,27

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus livre Turismo
Crédito: Cadu Nickel

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (Abih-MG) está preocupada com os impactos terríveis da pandemia do Covid-19 na rede hoteleira do Estado e com o avanço da crise. A entidade já registra o fechamento e a paralisação de hotéis e pousadas em várias cidades mineiras, com inúmeros desempregados.

Em Belo Horizonte e região, já anunciaram o fechamento das atividades por tempo indeterminado 22 hotéis (confira a lista completa ao final do texto), com desligamento de 4 mil empregados e com a expectativa de atingir 6 mil até a primeira quinzena de abril – mostrando que a hotelaria está isolada pelo governo nesse cenário desolador, como afirma o presidente da Abih-MG, Guilherme Sanson. Destes, apenas dois, o OYO Amazonas Palace e o BH Boutique Hostel, vão paralisar as atividades pelos próximos 15 dias.

PUBLICIDADE

Segundo Sanson, a liberação de crédito anunciada não traz alívio, já que empréstimo é dívida e não uma ação para minimizar os custos.

“Aumentar o endividamento não traz solução, os recursos para o setor são importantes, mas é necessária a adoção de medidas que possam reduzir os altos custos operacionais. O cenário de fechamento e paralisação dos hotéis só pode ser revertido com a tomada de decisões mais rápida do governo, como a isenção do IPTU e ICMS e a redução do ISS, enquanto durar a pandemia do coronavírus. Por que até o momento os governos não se pronunciaram com medidas específicas para o setor? Até quando vão esperar a situação se agravar ainda mais?”, questiona Sanson.

Mesmo com o posicionamento ativo da Abih-MG para manter o diálogo com o governo, os pleitos da hotelaria, diante do que se tem visto, ainda precisam ser concretizados. “Acredito que muitos trabalhadores perderão seus empregos, muitos hotéis estão fechando ou irão fechar com a demora nas definições do governo, ainda que elas sejam difíceis, pois envolvem a parte econômica e financeira.

Hotéis que suspenderam suas atividades por tempo indeterminado:

Hotel Fasano
BHB Hotel
Quality Hotel Pampulha
Classic Hotel
BH Plaza Hotel
Bristol Merit Hotel
ESuites Lagoa dos Ingleses
San Diego Hotel Barro Preto
Savassinho Hotel
Intercity BH Expo
Hotel Boulevard Express
Hotel Boulevard Park
Financial Hotel
Ibis Savassi
Ibis Liberdade
Bristol Pampulha Lieu
Praça da Liberdade Hotel
Metropole
Pousada Sossego da Pampulha
Linx Confins
Oyo Amazonas
BH Boutique Hostel

Pleitos do setor hoteleiro:

Isenção do IPTU e ICMS e a redução do ISS, enquanto durar a pandemia do coronavírus;
Suspensão dos contratos de trabalho para dar fôlego ao empresariado.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!