COTAÇÃO DE 23/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8040

VENDA: R$4,8050

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,8800

VENDA: R$4,9820

EURO

COMPRA: R$5,1166

VENDA: R$5,1182

OURO NY

U$1.853,34`��

OURO BM&F (g)

R$285,51 (g)

BOVESPA

+1,71

POUPANÇA

0,6084%

OFERECIMENTO

Turismo

Belotur e Sebrae lançam Plano Tático Operacional

COMPARTILHE

Ações serão um reforço às medidas preventivas que já estão sendo implementadas pela cadeia produtiva do setor em BH | Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, e em parceria com o Sebrae Minas, entregam, em reunião ordinária do Conselho Municipal de Turismo (Comtur-BH), na segunda-feira (23/8), o Plano Tático Operacional para a retomada do setor na capital mineira. Esse documento é fruto do Dialoga Turismo, programa que foi lançado ao final de 2019 como um espaço de escuta, reflexão e engajamento de representantes da atividade turística de Belo Horizonte, na discussão e elaboração de diretrizes e proposição de ações.

“O planejamento da Belotur é pautado na estruturação de novos produtos e requalificação da nossa oferta de atrativos, na promoção, fomento e capacitação dos atores. As ações estabelecidas no Dialoga Turismo seguem diretrizes como a governança compartilhada e gestão participativa do destino, e é muito importante destacar o trabalho conjunto do poder público, iniciativa privada e cadeia produtiva do turismo nesse sentido. Além disso, temos o posicionamento e a comunicação orientados para o mercado, a integração e qualificação da Rede de Serviços de Hospitalidade e as políticas de valorização e sustentação dos Títulos da Unesco”, detalha o presidente da Belotur, Gilberto Castro.

PUBLICIDADE




Na primeira etapa, ainda em 2020, palestras, seminários e oficinas criaram um fluxo de discussão sustentado em técnicas das metodologias ágeis e da investigação apreciativa, entre outras. As atividades do Dialoga Turismo foram divididas entre três eixos temáticos: Belo Horizonte Destino de Negócios e Eventos, Belo Horizonte Destino de Gastronomia, Patrimônio Arquitetônico e Cultura e Estratégias de Mercado para a Retomada. Essa etapa deu origem a sete diretrizes estratégicas, além de uma série de proposições, que podem ser acessadas por meio do link: https://bit.ly/37S2FW3.

A segunda etapa, que ocorreu entre maio e julho de 2021, priorizou algumas das ações propostas anteriormente e as detalhou como um planejamento tático, por meio de oficinas on-line e momentos de inspiração com gestores, pesquisadores e empresários do setor turístico nacional e internacional. Um dos resultados é justamente o Plano Tático Operacional, fruto da interlocução, integração, escuta e participação ativas, do compromisso e, efetivamente, da proposta de ações. “Saímos de um momento de inspiração coletiva para um momento de realizações compartilhadas”, comenta Gilberto Castro.

“Este planejamento se desdobrará em iniciativas direcionadas para o fortalecimento da governança, promoção do destino, mapeamento do mercado, incentivo à inovação, formatação de novos produtos e apoio à cultura e à gastronomia da capital mineira. O objetivo é fazer com que o turismo volte a ser uma das principais fontes de recursos e de novas oportunidades de negócios para a capital mineira. Mas é importante lembrar que essas ações serão um reforço às medidas preventivas que já estão sendo implementadas pela cadeia produtiva do turismo de Belo Horizonte para garantir a saúde dos clientes e restabelecer a confiança dos visitantes e da própria população nos serviços e produtos oferecidos pelo segmento”, explica o Superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha.

Próximos passos -O Plano Tático Operacional do Programa Dialoga Turismo parte para a etapa de implementação, monitoramento e avaliação das atividades. Já estão programadas ações como a realização da I Conferência Municipal de Turismo de Belo Horizonte, o Projeto Hub de Inovação no Turismo, contando com o envolvimento ainda maior da cadeia produtiva do setor no Posicionamento Turístico do Destino e a realização do evento anual da Cidade Criativa da Gastronomia.

PUBLICIDADE




“É muito claro, para todos nós, que esse novo começo depende de um cenário sanitário e econômico mais amplo e ainda em curso. Mas, mesmo diante de uma conjuntura tão adversa, Belo Horizonte, com sua qualidade de estrutura no segmento turístico, títulos internacionais e atributos inigualáveis relacionados à criatividade, à diversidade da oferta, à gastronomia e à cultura, continuou trabalhando firme, unida e de forma segura”, conclui Gilberto Castro.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!