COTAÇÃO DO DIA 22/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4780

VENDA: R$5,4790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5070

VENDA: R$5,6470

EURO

COMPRA: R$6,6088

VENDA: R$6,6101

OURO NY

U$1.853,68Pg�

OURO BM&F (g)

R$ (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Turismo
Página Inicial » Turismo » Setor aéreo anuncia maior frota para o verão de 2020

Setor aéreo anuncia maior frota para o verão de 2020

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: Reprodução

Durante o debate sobre a conectividade no País que aconteceu no último dia da 16ª edição do Fórum de Líderes da Aviação, as empresas aéreas brasileiras anunciaram que a malha aérea estará totalmente reposta até janeiro de 2020 e que será a maior frota para a temporada de verão desde 2015.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comemorou a notícia e ressaltou que a reposição da malha aérea impacta diretamente no preço das passagens.

“Esse anúncio reflete as medidas assertivas tomadas por este governo que tem o objetivo de desburocratizar e facilitar a vida de quem empreende e gera emprego no Brasil. Aumentar a oferta de voos vai garantir a qualidade do serviço e trazer um preço mais justo aos consumidores. Dessa forma, vamos conseguir melhorar e fomentar o turismo interno e internacional”, ressaltou.

O presidente da Gol, Paulo Kakinoff, explicou que o mercado da aviação civil ficou defasado após a saída da Avianca do mercado no início deste ano e que as empresas tiveram que se adaptar para minimizar a crise.

“As empresas aéreas remanescentes conseguiram absorver o impacto de milhares usuários sem voos. Não deixamos nenhum cliente desamparado. Isso só foi possível graças ao apoio do governo que agilizou a flexibilização de processos burocráticos para que conseguíssemos realocar os viajantes da melhor forma”, explicou Kakinoff.

A companhia aérea Passaredo passou a operar novos voos em rotas regionais em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, contribuindo para o aumento da frota brasileira. No encontro, o diretor executivo da companhia, Eduardo Busch, atribuiu a ampliação da oferta de voo à redução do ICMS e à reposição dos slots.

O presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz, reforçou a importância do trabalho e do apoio do governo federal, do ministro do Turismo e do Congresso Nacional junto ao setor de aviação.

“O ano de 2019 teve uma agenda muito rica no ambiente regulatório e no parlamento. Debatemos capital estrangeiro, desregulamentações da prestação de serviço, como no caso do transporte de bagagens, ICMS e em todos esses momentos contamos com o empenho destas lideranças”, complementa Sanovicz.

Revisão da tributação do querosene de aviação (QAV), desenvolvimento da aviação regional, novo Código Brasileiro de Aviação (CBA) e judicialização no setor aéreo também foram temas abordados durante o encontro.

Na ocasião, foram entregues ainda os convites da cerimônia de premiação do Prêmio ABEAR de Jornalismo e Prêmio ABEAR Spotters. Com o tema focado no turismo, o evento será realizado no dia 6 de novembro na capital federal.

(Agência de Notícias do Turismo)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente