Tribunal Administativo

Lula define nomes para destravar julgamentos do Cade

Os nomes devem ser oficializados nos próximos dias, para que as atividades se normalizem

19 de novembro de 2023

img
Crédito: REUTERS/Adriano Machado

Brasília – O presidente Lula (PT) bateu o martelo nesta sexta-feira (17) sobre os quatro nomes que irá indicar para assumir como conselheiros do Tribunal Administrativo do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

São eles: Diego Thomson, atual superintendente-geral adjunto do Cade, José Levi do Amaral, AGU (Advogado Geral da União) durante o governo Jair Bolsonaro (PL), Camila Pires Alves, que foi economista-chefe do Cade e Carlos Jacques, consultor do Senado Federal. Os nomes devem ser oficializados nos próximos dias.

As atividades do tribunal do Cade estão paradas desde o começo deste mês por causa da ausência de um quórum mínimo para as votações.

Com o fim do mandato de quatro anos de quatro conselheiros do órgão entre outubro e início de novembro, o tribunal do Cade está com apenas 3 dos 7 conselheiros da sua composição, o que impede a apreciação dos principais processos.

Os nomes precisam ser sabatinados na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e serem aprovados em plenário. (Victoria Azevedo)

Icone whatsapp

O Diário do Comércio está no WhatsApp.
Clique aqui e receba os principais conteúdos!

Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

Siga-nos nas redes sociais

Comentários

    Receba novidades no seu e-mail

    Ao preencher e enviar o formulário, você concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

    Facebook LinkedIn Twitter YouTube Instagram Telegram

    Siga-nos nas redes sociais

    Fique por dentro!
    Cadastre-se e receba os nossos principais conteúdos por e-mail