COTAÇÃO DE 19/01/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5600

VENDA: R$5,5600

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5770

VENDA: R$5,7130

EURO

COMPRA: R$6,2610

VENDA: R$6,2639

OURO NY

U$1.814,31

OURO BM&F (g)

R$322,84 (g)

BOVESPA

+0,28

POUPANÇA

0,6310%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque
" "
Construtora BRZ cancela plano de IPO em 2020 | Crédito: Charles Silva Duarte Usada em 21-10-19

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) vai assinar um compromisso, junto a diversos outros bancos públicos de desenvolvimento espalhados pelo mundo, para a criação e/ou ampliação de políticas de financiamento para Igualdade de Gênero e Empoderamento das Mulheres. O documento terá como base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

A assinatura será feita durante o 3º Fórum da Paz, que acontecerá a partir de amanhã (11) e irá até o dia 13 de novembro, em Paris, na França. Na ocasião, estarão vários líderes mundiais, gestores que atuam no setor público, empresas e organizações não governamentais. Na programação, está previsto o Finance in Common, maior encontro do planeta de bancos públicos de desenvolvimento. Ao todo, 450 organizações deverão marcar presença no evento.

PUBLICIDADE




O BDMG, inclusive, já tem uma forte atuação no que diz respeito ao trabalho junto a mulheres que estão à frente de suas próprias empresas. A linha “Empreendedoras de Minas” é destinada às pessoas do sexo feminino que comandam micro ou pequenas empresas e têm apresentado números expressivos.

Para se ter uma ideia, somente de janeiro a setembro deste ano, foram destinados para essa linha R$ 30 milhões, contemplando, ao todo, 752 empresas. O resultado representa um aumento de 23% quando se compara com o que foi verificado no mesmo período do ano passado.

Participação – Durante o 3º Fórum da Paz, vão ser debatidas diversas práticas voltadas aos desafios que existem atualmente, inclusive aqueles relacionados à pandemia da Covid-19.

O presidente do BDMG, Sergio Gusmão Suchodolski, vai participar de um painel que será realizado no próximo dia 12. Na ocasião, ele vai destacar as ações adotadas pela entidade nos últimos meses que ajudaram a minimizar os efeitos da crise na saúde, que refletiu na economia.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!