COTAÇÃO DE 27/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3780

VENDA: R$5,3790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3130

VENDA: R$5,5370

EURO

COMPRA: R$6,2562

VENDA: R$6,2591

OURO NY

U$1.750,16

OURO BM&F (g)

R$300,91 (g)

BOVESPA

+0,27

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa
Crédito: Charles Silva Duarte / Arquivo DC

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão em desembolsos realizados em 2020 e prevê encerrar o exercício com R$ 2 bilhões em empréstimos.

O ritmo de aprovação de recursos está sendo impulsionado pela demanda por capital emergencial por parte das empresas mineiras diante da crise imposta pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

PUBLICIDADE

Caso a projeção se confirme, haverá incremento de 53% no volume de desembolsos por meio das diferentes linhas de crédito da instituição financeira. No ano passado, o montante registrado foi de R$ 1,3 bilhão.

A marca de R$ 1 bilhão foi atingida no último dia 12 de junho. Em 2019, o montante foi alcançado em meados de novembro, daí a perspectiva de dobrar o valor até o final do ano. As informações são da diretora de comércio, pessoas e produtos do BDMG, Marcela Amorim Brant, que atribuiu o incremento do desempenho às medidas anticíclicas que o banco de fomento está adotando perante a pandemia.

“Desde a confirmação do primeiro caso de coronavírus em Minas Gerais, o banco procurou atuar de maneira a minimizar os efeitos da doença e das medidas de distanciamento social, que tem impactado fortemente as empresas. Temos um Estado bastante diversificado e com desigualdades muito grandes. A pandemia está chegando agora de maneira mais aguda aos grandes centros e nosso papel é fortalecer a economia do Estado como um todo”, disse durante participação no webinar

Investimentos e Comércio Exterior – Minas Gerais, promovido pela vice-governadoria do Estado.

Em relação aos desembolsos já realizados neste exercício, a diretora apresentou números detalhados, indicando R$ 67,06 milhões em janeiro, R$ 70,85 em fevereiro, R$ 139,86 em março, R$ 187,49 em abril e R$ 385,83 em maio, totalizando R$ 851,09 milhões nos primeiros cinco meses deste exercício.

Deste total, R$ 692,9 milhões foram destinados para médias e grandes empresas e R$ 165,5 milhões para micro e pequenas. Já R$ 148,91 milhões foram liberados nos primeiros 12 dias de junho.

Novas linhas – Além disso, Marcela Brant destacou a ampliação dos desembolsos nas linhas criadas para o suporte ao combate à pandemia. Entre as ações citadas por ela, a possibilidade de renegociação de dívidas, a criação de novas linhas de crédito, a redução de taxas de juros, a ampliação de prazos e desburocratização na contratação de financiamentos.

“A primeira ação do banco foi a abertura de linhas de crédito com condições especiais para auxiliar empresas do setor de saúde. Depois lançamos condições de financiamento facilitadas para as micro e pequenas empresas (MPEs) da cadeia do turismo. Depois linhas multissetoriais para diversas atividades em todo o Estado”, explicou.

Assim, as linhas de saúde, por exemplo, somaram até maio, R$ 10,6 milhões liberados e contam com outros R$ 90,6 milhões em andamento. O BDMG Solidário Coronavírus já liberou R$ 26,6 milhões e ainda possui R$ 52,1 milhões em andamento. O Fungetur já desembolsou R$ 28,5 milhões e possui outros R$ 33 milhões em andamento. E o Empreendedoras de Minas já somou R$ 13,2 milhões e ainda tem R$ 26, 4 milhões em andamento.

No início de maio, o BDMG divulgou que o número de clientes havia crescido 18%, chegando a 2.350. Na época, a instituição possuía pelo menos um cliente ativo em 85% dos municípios mineiros.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!