Crédito: Charles Silva Duarte / Arquivo DC

As vendas de veículos começaram a reagir em Minas Gerais no mês passado, embora os resultados do semestre ainda apontem para números negativos.

No Estado, a venda de veículos aumentou 35,55% em junho na comparação com maio, alcançando 22.921 emplacamentos. Em Belo Horizonte, o crescimento foi ainda mais significativo: 81,39% e 11.141 vendas.

No entanto, nos seis primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2019, Minas Gerais acumulou perdas de 40,25% e Belo Horizonte de 47,21%. O total de veículos vendidos de janeiro a junho em Minas Gerais chegou a 204.541 unidades e em Belo Horizonte a 123.818 veículos.

Os números foram divulgados, ontem, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Os dados revelam também que o mês de junho deste ano está pior para as vendas de veículos em relação a junho do ano passado. Nessa base de comparação, a queda em Minas Gerais foi de 63,26% e em Belo Horizonte de 75,25%.

Em Minas Gerais, segundo os dados da Fenabrave, o segmento de ônibus foi o que mais se recuperou no Estado. Em junho, na comparação com maio, as vendas desse tipo de veículo chegaram a aumentar 85,12%, com 224 comercializações. No entanto, caíram em relação a junho do ano passado (-8,20%) e no acumulado do ano (-35,37%).

Logo depois vêm os automóveis, com incremento de 70,91% em junho na comparação com maio e 12.430 comercializações. Eles são seguidos por implementos rodoviários (35,69% e 498 vendas), outros (33,90% e 1.430 comercializações), caminhão (26,49% e 979 vendas) e comercial leve (19,46% e 3.352 vendas). A única categoria que apresentou retração em junho na comparação com maio foi a de moto (-10,95% e 4.008 vendas).

Capital – Já na capital mineira, a categoria outros foi a que apresentou o maior incremento em junho na comparação com maio, de 350%, sendo que foram realizadas 72 vendas. Na comparação entre junho deste ano e o mesmo período do ano passado, também houve incremento, de 12,50%. A retração aparece no acumulado do ano, de -46,99%.

Depois de outros, o segmento que mais se destacou em Belo Horizonte em junho na comparação com maio foi o de automóveis, com um crescimento de 114,42% e 8.105 vendas.

Os automóveis foram seguidos pelo caminhão (78,79% e 177 vendas), ônibus (48,72% e 58 vendas), moto (46,03% e 847 vendas) e comercial leve (20,57% e 1.876 vendas). A retração ficou por conta do segmento de implementos rodoviários (-91,67% e 6 vendas).