Park Uberaba também vai contar com boxes direcionados para pequenos comerciantes - Foto: Douglas Luz/Divulgação

Com três anos de operação em Uberaba, no Triângulo Mineiro, o Praça Uberaba Shopping deixará o conceito de shopping center para se transformar em um centro de comércio e serviços. A mudança começa a ser implantada este mês pela Map Mall, empresa de incorporação e gestão no segmento de malls que acaba de assumir a gestão da operação. A nova estratégia inclui a abertura do equipamento para as lojas que hoje estão no centro de Uberaba, além do investimento na área de entretenimento e construção de um espaço dedicado a pequenas empreendedoras do setor de moda.

O diretor da Map Mall, Marcio Malamud, explica que o Praça Uberaba Shopping funcionou com grandes dificuldades financeiras nos últimos três anos. Ele afirma que, apesar de ter uma estrutura que o coloca entre os equipamentos de shoppings centers mais modernos em Minas Gerais, a operação enfrentou problemas de gestão que o deixaram financeiramente deficitário. A expectativa do diretor é que, a partir da nova gestão da Map Mall, o centro gere resultados positivos em um período de um ano.

“Queremos dobrar o faturamento nesse primeiro ano e, a partir dos próximos dois ou três anos, crescer entre 20% a 25% o faturamento”, afirma. Para isso, a estratégia é mudar o conceito da operação que terá a palavra “shopping” apagada do seu nome. O equipamento passará a se chamar Praça Uberaba e será um centro de comércio, serviços e entretenimento.

“Uberaba já tem um shopping center mais tradicional e chegamos à conclusão que a cidade não tem espaço para dois empreendimentos com esse conceito. É por isso que vamos transformá-lo em um grande centro de comércio, serviços e entretenimento. Nossa intenção é abrir a operação para as lojas que estão no centro da cidade e oferecer a elas uma estrutura diferenciada para seus clientes, como estacionamento, ar-condicionado, banheiros e área de entretenimento”, afirma.

Para isso, o diretor explica que será necessária uma reformulação do layout das lojas, que hoje são amplas. A ideia é diminuir o espaço de cada loja e, assim, oferecer um número maior de espaços para os comerciantes. Além disso, a Map Mall vai implantar uma “Praça da Moda”, que comportará cerca de 120 boxes para pequenas empreendedoras e artesãs que vendem peças ligadas à moda, como vestuário, bolsas, sapatos e outros acessórios. Com essa reformulação de layout o shopping passará de 160 lojas para 340, entre lojas e boxes.

Leia também:

Lojas Renner terá unidades na Argentina

Uberlândia – A Map Mall também está assumindo a gestão do Praça Uberlândia Shopping, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. A obra de construção do equipamento terminou há cerca de dois anos e ele nunca foi aberto ao público, segundo Malamud. Para essa operação os planos são transformá-lo em um centro empresarial focado principalmente em escritórios de empresas. “Esse é um projeto que ainda está sendo estudado, mas poderá ser uma boa opção para a cidade, que tem carência de espaço para grandes escritórios. A ideia é construir um centro empresarial diferenciado com áreas de alimentação e entretenimento para os empregados”, adianta.