Crédito: REUTERS/Carlo Allegri

São Paulo – Um livro raro de 1623 que reuniu as peças de William Shakespeare pela primeira vez foi vendido por um valor recorde de US$ 9,97 milhões em um leilão ontem, anunciou a Christie’s em Nova York.

O Primeiro Fólio contendo 36 peças de Shakespeare é uma das apenas seis cópias completas conhecidas em mãos privadas, e tinha uma estimativa de preço pré-venda de US$ 4 milhões a US$ 6 milhões.

A identidade do comprador não foi divulgada de imediato.

O valor pago no leilão de ontem também marcou um novo recorde mundial para qualquer obra de literatura impressa, e quebrou a marca anterior de US$ 6,16 milhões para o Primeiro Fólio de Shakespeare estabelecida em 2001, disse a Christie’s.

“Comédias, Histórias e Tragédias” foi compilado por amigos do dramaturgo e poeta inglês sete anos após sua morte. Inclui 18 peças que nunca tinham sido publicadas antes e poderiam ter sido perdidas, incluindo “Macbeth” e “Júlio César”.

O livro foi colocado em leilão pelo Mills College, uma faculdade particular de artes em Oakland, na Califórnia.

O Primeiro Fólio marcou a primeira vez que as peças de Shakespeare foram organizadas como comédias, tragédias e histórias. O tamanho grande do livro – anteriormente reservado para livros jurídicos e trabalhos de teologia – ajudou a elevar o status de Shakespeare nos anos futuros, disseram os especialistas em livros da Christie’s.

Sem o Primeiro Fólio, algumas das linhas mais famosas de Shakespeare provavelmente teriam sido perdidas, incluindo clássicos como “Amigos, romanos, conterrâneos, emprestem-me seus ouvidos”, de “Júlio César”, e “Se a música é o alimento do amor, toque”, de “A Décima Segunda Noite”.

A venda dessa quarta-feira foi a primeira vez em quase 20 anos que uma cópia completa do Primeiro Fólio foi a leilão. (Reuters)