COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Direto da Redação

Representante de Minas: FIEMG faz homenagem a Guilherme Santana Lopes Gomes, novo diretor da ANM

COMPARTILHE

Presidente da FIEMG, Flávio Roscoe
A solenidade foi conduzida pelo presidente da FIEMG, Flávio Roscoe. Crédito: Sebastião Jacinto Júnior/Fiemg

A FIEMG concedeu uma homenagem ao novo diretor da Agência Nacional de Mineração (ANM), Guilherme Santana Lopes Gomes, na sede da instituição, em Belo Horizonte, na noite desta sexta-feira (22). Guilherme é servidor de carreira e foi nomeado para ocupar uma das cinco cadeiras da direção do órgão de regulação. Ele é o único representante de Minas Gerais na agência.

A solenidade foi conduzida pelo presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, e contou com as presenças do vice-presidente da Regional Vale do Jequitinhonha da FIEMG, José Balbino Maia de Figueiredo; da presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (FINDES), Cristhine Samorini; além de presidentes de sindicatos da mineração e deputados estaduais e federais. Guilherme recebeu uma comenda da FIEMG e foi homenageado por Roscoe.

PUBLICIDADE

“Precisamos de pessoas dispostas a mudarem a realidade. Desde o início eu não tive dúvida de que Guilherme era a nossa melhor opção. Estamos felizes e ele já começa a fazer diferença no setor minerador. Os desafios são grandes e muitas vezes faltam pessoas com coragem para fazer o que tem que ser feito. Quando você muda algo, você incomoda. Contamos com a sua coragem para fazer o que é certo, que é o que você tem feito na sua caminhada”, declarou o presidente da FIEMG.

Lopes Gomes agradeceu as homenagens e afirmou que pretende trabalhar pela celeridade no setor de mineração. O novo diretor, que se formou em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), e tem atuação há 16 anos na ANM, defendeu a importância da regularização dos empreendimentos que estão irregulares ao invés de somente a punição. “Se tem algo que o setor da mineração pode contar comigo é a celeridade. O negócio é produzir mais. Quanto mais produzir, mais o país vai prosperar”, disse Guilherme.

A presidente da FINDES, Cristhine Samorini, que também apoiou a nomeação de Guilherme à cadeira na ANM, afirmou que a entrada do gestor irá trazer benefícios ao setor da mineração. “As palavras de coragem dele são de extrema importância principalmente para os estados de Minas e Espírito Santo, que sozinhos representam 92% da exportação no Brasil na atualidade. O caminho é, realmente, regularizar e não só punir”, disse. Cristhine também celebrou a parceria com a FIEMG, na pessoa de Roscoe. “É um super parceiro, que enfrenta e propõe as discussões na CNI (Confederação Nacional da Indústria) ”.

“Nós queremos que você tenha uma boa gestão. Estaremos na retaguarda para fazer o que você precisar na mineração de Minas”, afirmou o presidente do Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais (SINDIEXTRA), Luís Márcio Vianna. O 1º vice-presidente do Sindirochas Espírito Santo, Tales Machado, declarou que é uma alegria homenagear Guilherme. “Estamos na empreitada dele. É corajoso e o Brasil está ganhando com a entrada do Guilherme. As colocações dele sempre foram retas”, disse.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!