COTAÇÃO DE 20-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4160

VENDA: R$5,4170

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4470

VENDA: R$5,5770

EURO

COMPRA: R$6,1450

VENDA: R$6,1478

OURO NY

U$1.837,83

OURO BM&F (g)

R$321,61 (g)

BOVESPA

+1,01

POUPANÇA

0,6340%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque livre

Reajuste do pedágio cobrado na BR-135 no Norte de Minas é adiado

COMPARTILHE

" "
Crédito: Arquivo/ Eco135

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), em comum acordo com a concessionária Eco135, decidiu adiar por 90 dias o reajuste anual das tarifas de pedágio da concessão da rodovia BR-135, que estava previsto para entrar em vigor hoje.

O objetivo é contribuir para o enfrentamento dos impactos econômicos provocados pela pandemia do coronavírus, sobretudo para o transporte de pessoas e de cargas.

PUBLICIDADE




A medida está alinhada com as ações adotadas pelo governo estadual e pelo Comitê Extraordinário FIN Covid-19, que tem por objetivo acompanhar a evolução do cenário de crise provocado pela doença e deliberar medidas, dentro das competências do Poder Executivo, para cuidar das consequências fiscais, econômicas e financeiras.

Dessa forma, a tarifa básica praticada desde abril do ano passado nas cinco praças da BR-135 e uma na LMG-754 permanecerá R$ 7,20, para veículos de passeio, e o mesmo valor por eixo para veículos comerciais. Este seria o primeiro reajuste desde que a concessionária assumiu a concessão em julho de 2018.

Todos os serviços e melhorias assumidos em contrato pela concessionária continuarão sendo prestados e realizados dentro dos prazos estipulados, com especial cuidado para as ações de higiene e proteção dos usuários e empregados.

Passados os 90 dias, a previsão é que a tarifa de pedágio seja corrigida segundo a variação da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulada nos últimos 12 meses que, entre março/2019 e fevereiro/2020, foi de 4,01%.




Investimentos e receitas – Desde julho de 2018, quando começou a concessão deste lote, já foram investidos R$ 189 milhões em obras de melhorias e na prestação de serviços nas rodovias BR-135 (Montes Claros a São José da Lagoa), MG-231 (Cordisburgo a Paraopeba) e LMG-754 (Curvelo a Cordisburgo), segundo informações do governo estadual. (Agência Minas)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!