COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia
" "
Crédito: CHARLES SILVA DUARTE/Arquivo DC
Crédito: CHARLES SILVA DUARTE/Arquivo DC

O mercado de veículos seminovos e usados continua apresentando resultados positivos em Minas Gerais. Devido aos preços mais atrativos quando comparados com os veículos novos, as vendas seguem aquecidas. Somente entre janeiro e maio, a elevação na comercialização foi de 7,4% frente a igual período do ano passado. A expectativa é de encerrar o ano com alta variando entre 5% e 6% na venda dos automóveis, índice que pode ser maior, caso as reformas propostas pelo governo federal sejam aprovadas. Os dados são da Associação dos Revendedores de Veículos no Estado de Minas Gerais (Assovemg).

Entre os estados da região Sudeste, Minas Gerais foi o que apresentou a maior alta nas vendas dos veículos usados ao longo dos primeiros cinco meses de 2019, frente a igual intervalo do ano passado. Em segundo lugar ficou São Paulo, com variação positiva de 3,3%. Os demais estados apresentaram queda na comercialização dos veículos seminovos e usados. No Espírito Santo foi verificada retração de 1% e no Rio de Janeiro queda de 21,8%.

PUBLICIDADE




O incremento maior em Minas Gerais também pode ser justificado pelo Estado concentrar importantes empresas locadoras de veículos e comercializar os carros seminovos.

Segmentos – De acordo com os dados da Assovemg, a venda total de veículos seminovos e usados, em Minas Gerais, somou 697.256 unidades entre janeiro e maio. Dentre as categorias, o destaque foi o segmento de carros com idade entre nove e 12 anos, que apresentou alta de 19,4% nas vendas.

Em seguida, vieram os carros acima de 13 anos, cujas vendas cresceram 12,9% quando comparadas com igual período do ano passado. A comercialização de automóveis de quatro a oito anos subiu 4,3%.

Já a venda de seminovos, carros com até três anos de uso e que têm preços mais elevados que as demais categorias, encerrou o intervalo com retração de 6,5%.




“Os resultados estão positivos, principalmente, nas categorias com maior idade. Os preços mais acessíveis atraem os consumidores”, explicou o presidente da Assovemg, Glenio Leonardo de Oliveira Junior.

“A expectativa para o ano depende da aprovação das reformas da Previdência e tributária. Com a aprovação, principalmente da previdenciária, com certeza, o mercado será impulsionado. Estamos com muitas vendas represadas, porque as pessoas estão aguardando o que vai acontecer no cenário político econômico para decidir os gastos. Tudo isso influencia no cenário de vendas de veículos, tanto para novos como para usados e seminovos”, explicou.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!