COTAÇÃO DE 17/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2820

VENDA: R$5,2820

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3100

VENDA: R$5,4500

EURO

COMPRA: R$6,2293

VENDA: R$6,2322

OURO NY

U$1.754,86

OURO BM&F (g)

R$298,96 (g)

BOVESPA

-2,07

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Inovação

Presidente do Senado destaca papel do Sindinfor em lei inovadora

COMPARTILHE

Crédito: Mariana Borges
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

Em live realizada nesta segunda-feira (17), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, destacou o papel do Sindicato da Indústria de Software e da Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Sindinfor), presidido pelo empreendedor Fábio Veras, na concepção e votação do Marco Legal das Startups no Congresso Nacional. A Câmara dos Deputados aprovou o projeto, na última terça-feira (11), e logo após foi enviado à sanção presidencial.

Durante o evento on-line, Rodrigo Pacheco comentou sobre a importância do investimento em ciência, tecnologia e inovação e destacou que, por meio do Marco Legal das Startups, isso pode ser facilitado para que os processos e produções nacionais possam ser aprimorados e se tornarem mais competitivos diante dos demais países.

PUBLICIDADE

Ainda segundo o presidente do Senado, as startups são fundamentais e precisam ser estimuladas e bem desenvolvidas. Na oportunidade, Pacheco também citou a importante participação de Fábio Veras na concepção e votação do Marco Legal das Startups.

O presidente do Sindinfor, que incentivou a aprovação de projeto similar na Assembleia Legislativa de Minas Gerais em 2020, avalia que com a nova lei, a ser sancionada pelo Presidente da República, ganham força três segmentos: a juventude empreendedora que receberá mais recursos de investimento aos seus sonhos de negócios digitais de impacto; as pessoas físicas e empresas que decidiram investir em startups – pois agora tem total segurança tributária para acreditar onde colocam seu dinheiro – e o ecossistema de inovação do Brasil.

“Começamos a nos aproximar do modelo econômico que fez a maior economia do mundo, a norte-americana, crescer, gerar empregos e tecnologias incríveis a partir da facilitação do investimento em empresas tecnológicas. Apple, Google, Facebook e Amazon, todas elas, sem exceção, nasceram pequenas e receberam investimento privado para se tornarem os titãs mundiais que são hoje”, declarou Veras.

Para ele, o projeto representa um avanço muito robusto para o setor. “Tal fato representa a consolidação de uma jornada em prol do desenvolvimento de novos modelos de negócios tecnológicos, o que afeta positivamente todo o ecossistema de startups e de TI do Brasil”, concluiu Fábio Veras.

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!