Após mais de um século do encerramento das atividades da Óticas Kohls na Europa, o empresário paulista Allan Comploier é o responsável pela revitalização da marca. Desde setembro deste ano, ótica funciona com uma loja localizada em uma das principais vias da Zona Leste de São Paulo.

O que pouca gente sabe é que Comploier é trineto de August Emil Julius Kohls, engenheiro alemão que, em 1869, teve a ideia de iniciar a produção de óculos de grau para o mercado interno.

Aproveitando o desenvolvimento econômico e industrial da Alemanha na Segunda Revolução Industrial, Kohls passou a produzir óculos de grau em larga escala. Depois de estabelecer seu próprio laboratório de produção de óculos de grau em 1914, em Berlim, Kohls passou a administração da produção para o filho, Werner Hermann Gustav Kohls.

Após batalhar na Primeira Grande Guerra e com a indústria alemã passando por sérias dificuldades, Werner decidiu congelar, momentaneamente, a produção dos Óculos Kohls. O que era para ser temporário, em 1918, se tornou o fim da marca.

Ao ter contato com a história do trisavô, Allan Comploier, que já administra outras empresas próprias, enxergou o potencial de recriar o negócio.

“Acreditei no potencial do mercado brasileiro em 2019 e decidi retomar as atividades ora desenvolvidas pela nossa família na Alemanha. Com isso, restabeleci a outrora renomada Óticas Kohls aqui no Brasil. Após mais de um século, será uma honra levar essa história adiante”, conta o empresário.