COTAÇÃO DE 16 A 18/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4540

VENDA: R$5,4540

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4700

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,3181

VENDA: R$6,3210

OURO NY

U$1.767,23

OURO BM&F (g)

R$309,68 (g)

BOVESPA

+1,29

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Céu-Lar Netimóveis concretiza fusão com Ageville

COMPARTILHE

Criadas em 1978, as duas empresas têm vários pontos em comum, segundo Adriana Magalhães | Crédito: Cristiano Xavier

Novidade no mercado imobiliário. A Céu-Lar Netimóveis oficializou na última quinta-feira, 1º de julho, a fusão com a  Ageville Empreendimentos e Imóveis, entrando no ranking das dez maiores empresas imobiliárias de Belo Horizonte. O anúncio foi feito por Adriana Magalhães, diretora e sócia da Céu-Lar Netimóveis. “Com a fusão estamos dobrando nossa carteira de clientes. Mas vamos manter o nome Céu-Lar Netmóveis”, afirmou.

Criadas em 1978, as duas empresas têm vários pontos em comum, segundo Adriana Magalhães, como a forma personalizada de atendimento aos clientes. “A ideia é construirmos um prédio, mas ainda não decidimos qual será a destinação e as características dele”, afirmou.

PUBLICIDADE

Além disso, ainda segundo Adriana Magalhães, as duas empresas acreditam que a pandemia e a baixa dos juros favoreceram o mercado imobiliário, além de ser valorizado pelas pessoas que procuram fazer bons investimentos. “ E também por quem deseja  mais conforto em seus lares, uma vez que boa parte, mesmo depois da pandemia, vai continuar com home office”, afirmou.

Mudanças

Com a fusão, os clientes da Ageville estão sendo contatados, um a um, para serem cientificados das modificações que deverão ser implementadas. “Já há algum tempo informatizamos todo o nosso sistema. Oferecemos visitas guiadas a distância, onde o corretor mostra pelo celular todo o imóvel, respondendo às perguntas dos clientes, que escolhem quais querem visitar presencialmente”, afirmou

Toda a parte burocrática também já foi informatizada pela Céu-Lar Netimóveis, que pretende ofertar o mesmo sistema para os clientes da Ageville. “Esta digitalização também facilita a análise documental,  evitando que os compradores sejam surpreendidos com algum tributo devido pelo vendedor, ou que os compradores não tenham condições de honrar seu compromisso com o vendedor”, afirmou. 

Conforto

Com a fusão, os clientes da Ageville serão recebidos na sede da Céu-Lar Netimóveis que, conforme, Adriana  Magalhães, oferece mais conforto. “Na Savassi sempre havia problema de estacionamento. Nosso espaço é maior, os clientes encontrarão aqui mais tranquilidade para discutirem seus negócios”, afirmou. 

Já quem já é cliente da Céu-Lar, ainda conforme Adriana Magalhães, ganhará apenas mais oportunidades de investimento. “Como estamos duplicando nossa cartela de clientes, quem já é atendido pela Céu-Lar vai contar com mais imóveis para investir”. 

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!